Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem-Aranha pode sair da Marvel se não houver acordo entre estúdios

A Disney, que recebe hoje apenas uma pequena parte dos lucros dos filmes, propôs à Sony divisão igualitária das arrecadações

O presidente dos estúdios Marvel, Kevin Feige, afirmou que não irá produzir mais filmes do Homem-Aranha e que o personagem deixará o Universo Cinematográfico da Marvel se a Disney e a Sony Pictures (que detém os direitos do herói) não chegarem a um acordo, informou o site Deadline.

O estúdio do Mickey, que hoje fica com apenas 5% da bilheteria do dia de estreia dos filmes do personagem e o valor de merchandising, pediu que as arrecadações dos próximos longas sejam de 50% para cada estúdio. A Sony, que fica com os outros 95%, recusou a proposta.

Os últimos filmes do herói, interpretado agora por Tom Holland, foram sucesso de bilheteria. Homem-Aranha: Longe de Casa, lançado no começo de julho, superou 007 – Operação Skyfall e se tornou o maior sucesso de bilheteria da Sony, ao arrecadar mais de 1,1 bilhão de dólares.

A Sony teria contrato para mais dois filmes do personagem com Jon Watts na direção. Caso o Aranha realmente saia do Universo Cinematográfico da Marvel, ele pode entrar no universo cinematográfico da Sony que tem Venom (Vilão de Homem-Aranha) como principal personagem. 

Resposta da Sony

Pelas redes sociais, o estúdio que detém os direitos sobre o herói culpou a agenda lotada do presidente da Marvel e não citou o acordo financeiro entre as empresas nem a saída do Homem-Aranha do Universo Marvel.

“Muitas das notícias de hoje sobre o Homem-Aranha têm descaracterizado as recentes discussões sobre o envolvimento de Kevin Feige na franquia”, disse o estúdio. “Estamos decepcionados, mas respeitamos a decisão da Disney de não tê-lo como principal produtor do nosso próximo filme live-action do Homem-Aranha. Esperamos que isso mude no futuro, mas entendemos que muitas das responsabilidades que a Disney deu para ele – incluindo as novas produções da Marvel – não lhe dão tempo para trabalhar em marcas que não são deles. Kevin é incrível e somos gratos por sua ajuda e orientação e prezamos o caminho que ele nos ajudou a encontrar e que continuaremos a seguir.”