Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Holograma de Billie Holiday se ‘apresentará’ no teatro Apollo

A imagem de uma das maiores cantoras do jazz será reproduzida no lendário teatro de Nova York, que pretende recriar outros artistas

Billie Holiday está de volta, mas não em carne e osso. Uma das maiores vozes do jazz, a cantora será reproduzida como holograma no teatro Apollo, em Nova York, Estados Unidos Unidos. A imagem de Billie será criada pela Hologram USA, empresa de hologramas com que a casa tem contrato exclusivo por dois anos, e ela se “apresentará” por volta do feriado americano de Ação de Graças, em 26 de novembro.

LEIA TAMBÉM:

Música no Blog: parece Billie Holiday, mas é Madeleine Peyroux

Lionel Richie e Etta James serão eternizados no Teatro Apollo, em NY

Dois tributos mostram por que Billie Holiday foi a principal inovadora do jazz

Quando viva, Billie fez por volta de 30 shows no Apollo, onde estreou pela primeira vez quando tinha 19 anos. A Hologram USA, com aprovação dos herdeiros da cantora, usará a voz dela de gravações para criar uma apresentação interativa. O Apollo espera que Billie seja a primeira de uma série de artistas recriados pela parceria.

O Apollo será o primeiro teatro nos Estados Unidos a oferecer apresentações regulares com o uso de hologramas. O plano do teatro é que a tecnologia complemente a programação de dia do local, quando visitantes aprendem sobre a história do Apollo e sua importância cultural. Foi depois de cantar lá, por exemplo, que Ella Fitzgerald se tornou conhecida.

“Billie poderá falar sobre a história do Apollo, responde questões do público e cantar algumas canções”, falou Jonelle Procope, presidente do Apollo, ao jornal The New York Times. Para ela, os hologramas serão fiéis aos músicos: “Nós nunca faríamos nada que prejudicasse a integridade dos artistas ou do Apollo”.