Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Herdeiros de Prince processam serviço Tidal, de Jay Z

Beneficiários afirmam que o serviço de streaming não tinha o direito de disponibilizar a discografia do cantor no catálogo do aplicativo

Os herdeiros de Prince entraram com processo contra o Tidal, serviço de streaming do rapper Jay Z, e exigem que ele deixe de disponibilizar grande parte da discografia do músico, morto em abril deste ano. Prince, que sempre teve uma relação complexa e às vezes tensa com a indústria musical, havia retirado todo o seu catálogo musical de serviços de streaming, mas fechou um acordo com o Tidal para lançar de seu álbum HITnRUN Phase One, em setembro do ano passado.

Na demanda, apresentada nesta terça-feira em um tribunal de Minnesota, Estado em que Prince residia, os beneficiários afirmam que o Tidal só tinha o direito exclusivo por noventa dias e, sobretudo, que o contrato não incluía o resto da discografia do músico. Eles argumentam que nem o Tidal nem a sociedade Roc Nation, de Jay Z, falaram com os herdeiros para ampliar a oferta de obras musicais de Prince no serviço.

Morto por uma overdose acidental de analgésicos, Prince não deixou testamento. Bremer Trust, encarregado dos interesses dos beneficiários, é quem busca assegurar seus investimentos estáveis e quem negocia com os diferentes selos a futura divulgação da música do cantor.

(Com agência France-Presse)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ailton Araújo

    O grande artista Prince morreu e seus fãs ficaram privados de ouvir seus sucessos como Kiss e Purple Rain. Tudo porque ele mantinha uma péssima relação com as mídias tecnológicas como YouTube e Spotify.

    Curtir