Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Harry Potter’ chega ao teatro com três filhos

O personagem Harry Potter chega ao teatro nesta terça-feira em Londres, em uma peça que apresenta o bruxo criado por J.K. Rowling como pai de três filhos. Harry Potter and the Cursed Child (Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, em tradução livre) é ambientado dezenove anos depois do sétimo e último livro da série da escritora britânica, dos quais foram vendidos mais de 450 milhões de exemplares desde 1997 e a partir dos quais foram produzidos oito filmes.

LEIA TAMBÉM:

Peça de teatro dará sequência à história de Harry Potter

Como muitos de seus fãs, Potter cresceu e tem três filhos com sua esposa Gina Weasley, irmã de seu fiel amigo Rony, e trabalha no Ministério da Magia. Ele continua utilizando seus clássicos óculos redondos e ainda tem na cabeça a cicatriz em forma de raio, que lembra seu confronto com o grande inimigo Lord Voldemort, mas agora precisa ajudar seu filho mais novo, Albus, a confrontar o passado obscuro da família.

As apresentações em pré-estreia começarão na terça-feira no teatro Palace de Londres, a preços reduzidos, antes da estreia oficial mundial em 30 de julho. Rowling pediu aos espectadores dessas primeiras apresentações que não revelem detalhes da obra. “Vocês foram incríveis todos estes anos guardando os segredos de Harry Potter para não arruinar a experiência dos leitores que vieram depois”, disse em uma mensagem em vídeo. “Peço mais uma vez que guardem os segredos e permitam que as audiências aproveitem The Cursed Child com todas as surpresas da história.”

A expectativa vem crescendo à medida em que se aproxima a estreia, também entre os protagonistas, como Jamie Parker, o ator de 36 anos que interpreta Potter. “É uma história com a qual as pessoas viveram por toda a vida, com a qual cresceram, e agora se reincorporam ao conto, retomando-o de onde o deixaram. E eu sou uma delas”, explicou no site oficial de Harry Potter, Pottermore.

A obra promete ser um grande sucesso comercial. Os primeiros 175.000 ingressos foram vendidos em 24 horas em outubro, e o roteiro é um sucesso de vendas antes mesmo de sua publicação, porque já pode ser encomendado. Mas a decisão de dividir a obra em duas partes, para vê-la no mesmo dia ou em duas noites consecutivas, causou estranheza. Os ingressos para os dois atos oscilam entre 30 e 130 libras (44-189 dólares), no total.

“A galinha dos ovos de ouro de Harry Potter está longe de ter se aposentado”, diz Phil, um blogueiro teatral do West End londrino que não revela seu sobrenome. “Parece-me que dividir em duas partes é uma decisão muito cínica. Os fãs têm que comprar dois ingressos? Deveriam ter vergonha.”

‘Uma tonelada de expectativas’ – A obra foi escrita pelo dramaturgo britânico Jack Thorne, com base em uma história original coescrita por Rowling e John Tiffany, que é o diretor da peça. Diante dos milhões de admiradores da saga em todo o mundo, a decisão de levar os personagens duas décadas à frente é arriscada.

“Alguns fãs preferem que não se coloque em dúvida o que acreditavam que havia acontecido com os personagens”, diz Catherine Horvath, editora do site para fãs The Leaky Cauldron. “Haverá uma tonelada de expectativas e muita pressão para que a história seja boa”, acrescentou.

Outro detalhe controverso foi a escolha de uma atriz negra, Noma Dumezweni, como Hermione Granger, a companheira de aventuras de Potter, interpretada nos filmes por Emma Watson. A decisão contou com a aprovação de Rowling, que escreveu no Twitter que nunca foi especificado que Hermione fosse branca.

A obra é um conto de aventuras, de amizade, do bem e do mal e, é claro, de magia. Potter está envolvido em seu trabalho no Ministério, mas não pode fugir de seu passado, nem seus filhos. “Enquanto passado e presente se fundem ameaçadoramente, pai e filho descobrem a incômoda verdade: às vezes, a maldade aparece em lugares inesperados”, afirma a sinopse da obra.

(Com agência France-Presse)