Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Haneke: ‘Não tenho ilusão de ganhar nada no Oscar’

Diretor do vencedor da Palma de Ouro em Cannes 2012 se diz nervoso com a festa de Hollywood

Para o diretor austríaco Michael Haneke, de Amor, o filme emociona a todos porque conta uma história que pode acontecer em qualquer família. O longa, que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes no ano passado, é um dos mais fortes concorrentes ao Oscar deste ano. Ele disputa cinco categorias: de melhor direção, melhor filme, melhor filme estrangeiro, atriz e roteiro original. “Gostaria de ganhar tudo”, falou entre risos, nesta quarta, a jornalistas em Madri. “Mas não tenho ilusão alguma de ganhar algo, nada que seja.”

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: ‘Argo’, mais uma vez, é vencedor em premiação de cinema

TESTE: O que você sabe sobre o Oscar 2013?

Amor atinge as pessoas porque pode se passar em todas as casas. Se uma pessoa é muito jovem, pode ter vivido uma história parecida com os avós, se não é tão jovem, com seus pais”, disse Haneke, 69, numa conversa com jornalistas em Madri. “Quando faço um filme, quero que as pessoas se emocionem e, se consigo isso, é algo com que fico satisfeito.”

VOTE: Confira e eleja os favoritos às maiores estatuetas do Oscar

Haneke, que recebeu nesta quarta-feira a Medalha de Ouro do Círculo de Belas Artes de Madri, se encontra na capital da Espanha dirigindo a ópera Cosí Fan Tutte, de Mozart, que estreia no sábado.

(Com agência France-Presse)