Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Guerra de feras: ‘Kong’ derruba Wolverine na bilheteria americana

No Brasil, de acordo com dados divulgados no sábado, 'Logan' deve permanecer à frente da preferência do público

Kong – A Ilha da Caveira saiu vitorioso após uma batalha de feras que opôs o filme do gorila gigante à despedida de Hugh Jackman como Wolverine. Depois de conquistar uma série de resenhas positivas, Kong – A Ilha da Caveira chegou ao topo das bilheterias americanas, com uma arrecadação poderosa de 61 milhões de dólares. O valor superou as estimativas, segundo as quais a estreia do filme faturaria entre 45 milhões e 50 milhões de dólares.

Mas King Kong não sufocou totalmente a fúria incontrolável de Wolverine. Em seu segundo final de semana, Logan, da Fox, viu sua receita recuar 58%, para não desprezíveis 37,8 milhões de dólares — até aqui, o longa fez 152,6 milhões de dólares nos EUA. Além disso, no Brasil, por exemplo, Wolverine liderava a preferência do público até sábado, quando a ComScore, empresa que acompanha a bilheteria, divulgou um ranking da procura por ingressos desde a última quinta-feira. Os números completos do fim de semana saem nesta tarde. Abaixo, onde está escrito Long, leia-se Logan:

E o desafio que Kong tem pela frente é enorme. A produção custou 185 milhões de dólares, o que significa que precisa ser um enorme sucesso no exterior se os estúdios por trás do filme, Legendary e Warner Bros, quiserem obter algum lucro. Nos Estados Unidos, Kong – A Ilha da Caveira, também enfrentará A Bela e a Fera, da Disney, que deve estrear obtendo 120 milhões de dólares nesta semana, segundo analistas. Isso provavelmente sugará a maior parte do oxigênio nos complexos de cinema, dificultando o acesso das multidões a outros filmes.

“Este pode ser o maior março da história. Você não precisa mais esperar até maio para lançar sucessos.”

Paul Dergarabedian, analista da ComScore

Legendary e Warner Bros têm grandes ambições para King Kong. O filme é o segundo do que promete ser uma franquia sobre monstros. O primeiro capítulo, Godzilla, lançado em 2014, estreou com 93,2 milhões de dólares nos Estados Unidos antes de atingir 529,1 milhões de dólares globalmente. O plano é que King Kong e Godzilla se encontrem em um confronto final de criaturas primordiais em algum momento de um futuro não tão distante.

As vendas de ingressos aumentaram quase 25% ante o mesmo fim de semana em 2016 — um período que se sobrepôs à segunda semana de Zootopia e a estreia de Rua Cloverfield, 10. As receitas estão aproximadamente 2% maiores neste ano até o momento, com uma combinação de Logan,  A Ilha das Crianças e, agora, Kong – A Ilha da Caveira se traduzindo em um período movimentado nas bilheterias. A semana que vem traz o lançamento de A Bela e a Fera, o que deve ampliar a liderança de 2017.

“Este pode ser o maior março da história”, disse o analista de mídia sênior da ComScore, Paul Dergarabedian. “Você não precisa mais esperar até maio para lançar sucessos.”

(Com agência Reuters)

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Kong é um filme para toda a família, ao contrário de Logan, que é muito bom, mas náo dá para levar os seus filhos e a Bela e a Fera se tornou um filme LGBT, náo para passar nem na porta do cinema.

    Curtir