Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gisele Bündchen investe na carreira de empresária. Mas economiza no desfile

Top volta a São Paulo para lançar terceira coleção de sua parceria com a C&A, em evento no Shopping Iguatemi, em São Paulo, para uma plateia de modelos, socialites e transeuntes. E dá apenas uma volta na passarela

A topmodel brasileira Gisele Bündchen fez um rápido desfile nesta quinta-feira, em São Paulo, para apresentar a terceira coleção da linha de roupas lançada em parceria com a C&A, voltada para festas de fim de ano. Gisele deu apenas uma volta na passarela montada na entrada do Shopping Iguatemi, ocupada depois por outras 19 modelos. De vestido tomara-que-caia vermelho coral, capa do catálogo da coleção, a modelo sorriu e acenou para os fãs na trajetória.

De fato, Gisele vem investindo mais na carreira de empresária do que na de modelo. Sua nova coleção da C&A é um entre os vários produtos que levam o seu nome, como uma linha de joias, uma de chinelos de dedo e uma de cosméticos naturais. Gisele, como empresária, sabe explorar bem a marca que criou como modelo, a ponto de a revista Forbes americana indicar que ela pode se tornar a primeira top bilionária da história.

Para receber Gisele, a entrada do Shopping Iguatemi da capital paulista se tornou uma passarela, com grades separando as modelos do público, formado tanto por pessoas que foram ao local apenas para assistir ao desfile como por aquelas que se depararam com uma aglomeração no lugar e pararam para ver o que acontecia.

O caminho das modelos começava na porta da loja C&A, no andar térreo do Iguatemi, dava uma longa volta pelas rampas de acesso aos outros andares do shopping e terminava onde começava. A entrada da dona da festa, a primeira a pisar a passarela, causou certo alvoroço. Ela foi recebida por gritos de “linda” e “maravilhosa” – boa parte deles proferida por profissionais de imprensa sem vergonha de posar de tiete. Além de “Gi”, de fãs que notoriamente se sentem íntimos da top. O desfile continuou com as 19 modelos escaladas, que mostraram looks da coleção composta por 33 peças, 11 acessórios e nove calçados.

O desfile terminou em menos de 30 minutos. No encerramento, as modelos retornaram juntas à passarela com balões de gás para uma segunda volta. Gisele não retornou, mas posou para fotos, ao lado das modelos, com um short florido, um blazer branco e uma blusa vermelha.

Vanessa Rodrigues de Toledo aproveitou o dia de folga no trabalho como agente de aeroporto e foi ao shopping assistir ao desfile. “Gosto dela, da sua alegria, e costumo comprar as roupas da loja”, diz. A agente também acompanhou o lançamento da segunda coleção da topmodel para C&A, no primeiro semestre deste ano, pela televisão.

As modelos Gabriela Vilela, 15 anos, e Ludymillan Miura, 16 anos, foram juntas ver o desfile de Gisele. As duas meninas começaram a carreira na passarela há um ano e pararam os estudos para se dedicar à carreira. “É complicado conciliar as duas coisas, mas vamos voltar ano que vem”, juram. Ludymillan terá de estudar em outra língua. Ela diz que começará a desfilar fora do país em breve.

Norma Therezinha de Oliveira foi com a filha Christina Marcondes de Almeida ao shopping. Lá, encontraram a amiga Adriana Curan, dona de uma loja multimarcas na Vila Madalena. “Já vi Gisele desfilar várias vezes, desde quando ela era mais nova”, disse Adriana, que se deslocou para o local só por “Gi”.

A estrutura foi desmontada quase na mesma rapidez em que o desfile transcorreu. Em seguida, a loja da C&A foi aberta já com as peças da coleção disponíveis para a compra.