Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Giovanna Ewbank: ‘Traição fez de mim uma mulher mais forte’

Os dois se casaram em 2010 e passaram alguns meses afastados em 2012

Por Da redação - Atualizado em 22 mar 2017, 15h40 - Publicado em 22 mar 2017, 15h00

Giovanna Ewbank postou em seu canal de YouTube um vídeo respondendo a perguntas de seus seguidores. Entre as questões, havia uma sobre o tempo que passou separada de Bruno Gagliasso. Os atores se casaram em 2010 e se separaram em 2012 após Bruno tê-la traído. Eles ficaram separados por dois meses, mas depois reataram e estão juntos até hoje.

A pergunta feita a Giovanna foi: “Você acha que se tornou uma mulher melhor depois da separação?” A apresentadora respondeu que se tornou uma mulher muito mais forte e que as pessoas não têm muita coragem de perguntar sobre isso a ela.

A atriz respondeu que a traição e o tempo afastados foram essenciais para o que o casal é hoje. “Foi muito repentino. Antes dessa separação, a gente se perguntava ‘será que vai ser para sempre?’, ‘será que eu estou feliz?’, ‘será que é isso que a gente quer?’. Quando separamos de repente, meu mundo caiu, e o dele também. Aí a gente pensa ‘como é que eu vou viver sem essa pessoa agora?’. Então, começamos a conversar, colocamos os pingos no is, percebemos que queríamos estar juntos independentemente de qualquer coisa e que íamos trabalhar para que desse certo”, relembrou.

“O que a gente é hoje se deve muito ao que a gente passou. Sempre que temos algum probleminha, um fala para o outro, sem briga. Hoje o Bruno é meu melhor amigo e sei que não conseguiria viver sem ele. A gente fez terapia de casal, o que foi muito importante”, completou.

Publicidade

Em julho de 2016, Giovanna e Gagliasso adotaram uma criança, a pequena Titi, que nasceu no Malawi.

Confira no vídeo abaixo o depoimento da atriz sobre a separação (que começa a partir dos 5:20):

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade