Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gagliasso, sobre racismo contra filha: ‘Polícia vai cuidar disso’

Ele e a mulher decidiram prestar queixa para identificar autor de comentários ofensivos

Convidado do Domingão do Faustão, o ator Bruno Gagliasso comentou neste domingo as ofensas na internet dirigidas à filha Chissomo, apelidada Titi, que ele e a atriz Giovanna Ewbank adotaram no Malaui, na África. “Agora cabe à polícia cuidar disso”, disse, durante o quadro Dança dos Famosos. “A gente combate o preconceito com amor e justiça.”

O casal decidiu prestar queixa-crime na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, do Rio, como revelou o jornal O Globo, para identificar o responsável por comentários racistas nas internet. “Vcs tinham que adotar uma menina de olhos azuis isso sim iria combinar e não aquela pretinha parece uma macaquinha #lugardepretoénaafrica!!!”, escreveu o usuário não identificado.

Ao Faustão, o ator disse estar confiante de que o autor das ofensas será responsabilizado: “Temos bons policiais que vão descobrir quem fez isso.”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Laudi Inacio Burich

    Parabéns ao casal pela adoção,nao interessa a cor é sim o ato de vcs terem a coragem de adotar

    Curtir

  2. Marcos Ficarelli

    Espero que a caça dê certo. Esses haters são crianças irresponsáveis. Esse aprenderá a se comportar direito.

    Curtir

  3. neusa de oliveira

    esse sujeito/a deve ser o mais infeliz dos seres, abaixo dos vermes. A Natureza, é Deus, é sábia colocou nesse planeta todos os tipos de diferenças para que pudéssemos nos harmonizar, fortalecer a espécie. Uma criança não merece esse tipo de fala. Sujeito infeliz, desgraçado. Espero que a polícia pegue e lhe dê uma punição a altura.

    Curtir

  4. adson miranda de almeida

    cadeia para o racista e preconceituoso.

    Curtir

  5. Cesar8002UTB

    Tenho pena e da criança que só foi adotada porque esse povinho da Globo acha “fashion” adotar crianças na África…

    Curtir

  6. Tem que ir na polícia mesmo. Esse tipo de comentário é inadmissível.

    Curtir