Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Gagliasso presta queixa no Rio e planeja processo fora do Brasil

Ator reagiu a vídeo racista em que mulher ofende filha do casal

Por Da redação - Atualizado em 28 nov 2017, 17h48 - Publicado em 27 nov 2017, 13h04

Bruno Gagliasso foi à Cidade da Polícia, no Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira, prestar queixa contra a blogueira Day Mcarthy, que publicou um vídeo com ofensas racistas contra a filha do casal Titi, 4 anos. Segundo a assessoria do ator, a família pretende entrar com um processo judicial fora do Brasil, no Canadá, onde Day mora.

O vídeo que circula pelas redes sociais levou pessoas a se manifestarem contra Day nas redes sociais. Giovanna publicou uma foto da filha afirmando que providências seriam tomada, enquanto Gagliasso postou uma frase da ativista americana Angela Davis: “Numa sociedade racista, não basta não ser racista, é necessário ser antirracista”.

Titi, apelido de Chissomo, foi adotada por Gagliasso e sua esposa, Giovanna Ewbank, no ano passado. A garota é do Malawi, no sul da África. Essa é a segunda vez que o casal registrou uma queixa por racismo. Em novembro de 2016, o ator foi à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) após a garota ser alvo de comentários maldosos na internet.

Bruno Gagliasso prestou queixa por ofensas racistas contra sua filha Titi ANDERSON BORDE/AgNews
Publicidade