Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ups: em gafe, parlamentar britânica diz que Jane Austen está viva

Andrea Leadson ainda tentou consertar a situação, afirmando que 'muitos de nós queríamos que ela ainda estivesse viva'

Por Da Redação - Atualizado em 21 jul 2017, 14h02 - Publicado em 21 jul 2017, 12h26

Jane Austen morreu há 200 anos e é considerada uma dos maiores escritoras da história, mas uma parlamentar britânica parece desconhecer sua relevância — e seu status atual, por assim dizer. Andrea Leadson, líder da Câmara dos Comuns do Reino Unido, afirmou na última terça-feira que a criadora de Orgulho e Preconceito é “uma das maiores autoras vivas”, ao elogiar a decisão do Banco Central da Inglaterra de usar o rosto de Austen na cédula de 10 libras.

Logo depois de notar o seu erro, Andrea tentou consertar, dizendo que Jane era “uma das maiores autoras de todos os tempos”. Depois adicionou: “Acho que muitos de nós queríamos que ela ainda estivesse viva”.

A gafe vem depois de muitos questionarem a citação impressa na cédula pelo Banco Central com a frase I declare after all there is no enjoyment like reading!” ou “Eu declaro que não há prazer maior do que a leitura!”, que no livro Orgulho e Preconceito é expressa pela personagem Caroline Bingley com ironia, pois a personagem não gosta de ler.

Publicidade