Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

França vai devolver três pinturas roubadas por nazistas

Obras estavam sob custódia do governo francês e expostas no Louvre e no museu de Dijon

A França vai devolver três pinturas roubadas pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, anunciou nesta terça-feira a ministra da Cultura francesa, Aurélie Filippetti. Segundo ela, as obras serão restituídas aos herdeiros de seu antigo proprietário, de quem foram levadas durante a guerra.

Trata-se da tela Paisagem Montanhosa, do pintor flamengo Joos de Momper, de um retrato de uma mulher do século XVIII e de uma pintura a óleo sobre madeira representando a Madonna com a Criança. Dois quadros estavam expostos no Louvre e o terceiro, no museu de Dijon (centro-oeste da França).

Veja trabalhos de Picasso e Cézanne no ‘tesouro nazista’

Cerca de 140 obras de museus holandeses podem ser frutos de roubo nazista

Esses quadros fazem parte de um conjunto de cerca de 2.000 obras sem proprietário identificado. Elas são mantidas, sob custódia do Estado, em museus franceses, que devem exibi-las ao público enquanto uma reivindicação é aguardada. Em março de 2013, a ministra já havia restituído sete trabalhos aos descendentes dos legítimos proprietários.

Em vinte anos​​, o governo francês devolveu apenas cerca de 70 obras. Para agilizar o processo, a ministra pediu à sua equipe que procurasse os proprietários, mesmo sem pedido de restituição. No ano passado, foi criado um grupo de trabalho composto por curadores, arquivistas, historiadores, membros da Comissão de Indenização das Vítimas de Espoliação (CIVS) e da Fundação para a Memória da Shoah. “Os direitos sobre 28 obras, das 145 cuja espoliação é quase certa, estão prestes a serem identificados pelo grupo de trabalho”, indicou a ministra.

(Com agência France-Presse)