Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filme brasileiro ganha prêmio da associação de críticos em Berlim

‘Pendular’, de Julia Murat, foi eleito o melhor longa da seção Panorama pela Fipresci, que premiou outras duas mulheres

Pendular, coprodução entre Brasil, Argentina e França dirigida pela carioca Julia Murat, foi eleito o melhor longa-metragem da seção Panorama pela Fipresci (Federação Internacional de Críticos de Cinema). No filme, um casal (Raquel Karro e Rodrigo Bolzan) divide o loft em que moram numa área para o estúdio de dança dela e outra para a oficina de escultura dele. Criatividade, identidade e relacionamento são alguns dos temas do filme.

O húngaro Testrol És Iélekrol (On Body and Soul, em inglês, ou “de corpo e alma”), da diretora Ildikó Enyedi, foi o vencedor do prêmio entre os filmes da competição. No Forum, a premiada também foi uma mulher, a americana Mary Jirmanus Saba, pela produção libanesa Shu’our Akbar Min el Hob (A Feeling Greater Than Love em inglês, ou “um sentimento maior que o amor”, na tradução livre).