Filhos de Simonal cantam para recuperar a imagem do pai

Show "O Baile do Simonal" foi criado por Max de Castro e Simoninha e conta somente com sucessos do repertório do cantor, falecido em 2000.

Por Patrícia Spier - Atualizado em 10 dez 2018, 10h36 - Publicado em 23 nov 2010, 10h46

No início da década de 1970, no auge do sucesso, Wilson Simonal viu sua carreira desmoronar. O cantor foi acusado e preso pelo sequestro do próprio contador. Depois disso, ganhou fama de delator a serviço dos agentes do regime militar e caiu no esquecimento. Morreu em 2000, em decorrência do consumo excessivo de álcool. Três anos depois, em um julgamento simbólico, foi moralmente reabilitado.

Em 2009, o documentário Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei resgatou a história do cantor. E pelo mesmo motivo – recuperar a imagem do pai – os filhos Max de Castro e Simoninha criaram o show Baile do Simonal, com canções que ficaram famosas na voz dele. O site de VEJA entrevistou os dois músicos nos bastidores da apresentação que aconteceu no Citibank Hall, em São Paulo, no início de novembro.

Entrevista com Max de Castro e Simoninha: “Ele está junto com a gente”

Publicidade

Com exclusividade, VEJA gravou três músicas do show: “Mamãe Passou Açúcar em Mim”, “Carango” e “Balanço Zona Sul”.

“Mamãe Passou Açúcar em Mim”

“Carango”

Publicidade

“Balanço Zona Sul”

Publicidade