Clique e assine a partir de 9,90/mês

Filhos de Gugu criticam espetáculo que ‘desvirtua desejos do pai’

Família publicou nota após Rose Miriam divulgar vídeo defendendo união estável com apresentador

Por Da redação - 9 Feb 2020, 22h07

Os filhos do apresentador Gugu Liberato afirmaram em um comunicado divulgado neste domingo, 9, que não pactuam do espetáculo que “pretende desvirtuar os legítimos desejos de seu pai” e criticaram Rose Miriam por “se apropriar da imagem de Gugu” ao “afrontar judicialmente sua última vontade”.

A nota foi divulgada pela assessoria de imprensa da família do apresentador após a mãe dos filhos de Gugu, Rose Miriam, enviar um vídeo ao programa Fantástico, da Rede Globo.

“As pessoas que disserem que nós não éramos uma família, eu gostaria que entendessem que estão cometendo um grave erro. Nós fomos muito felizes durante esses 20 anos. Tivemos, claro, os nossos altos e baixos, como qualquer casal tem”, afirma a viúva de Gugu na mensagem.

“Os filhos de Gugu Liberato, por seus advogados, em respeito a memória de seu pai e à vista das últimas declarações postadas na mídia pela defesa de sua mãe, esclarecem que não esperavam e não pactuam deste espetáculo que pretende transformar a mentira em verdade, para desvirtuar os legítimos desejos de seu pai e principalmente a realidade por todos eles vivenciada”, diz a nota divulgada neste domingo.

Continua após a publicidade

Os filhos de Gugu afirmaram ainda que respeitam a mãe, “mas entendem que ela deveria estar ao lado deles, não contra”. “A ninguém é dado o direito de desrespeitar a pessoa do nosso pai ou a distorcer a vida por nós levada ao longo de sua existência. Temos muito orgulho da conduta de nosso pai e de tudo que ele construiu. Seguiremos em frente, sem ele, mas dentro dos seus ensinamentos”, disseram.

Desde o dia da leitura do testamento de Gugu Liberato, em 29 de novembro, o status de seu relacionamento com Rose Miriam di Matteo, mãe de seus três filhos, está em discussão. Excluída do documento, a mulher tenta provar na Justiça que eles viviam em união estável, para ter acesso a parte dos bens deixados.

Em entrevista exclusiva a VEJA, Rose , de 56 anos, explicou os motivos de ter entrado com uma ação de reconhecimento de união estável com Gugu Liberato. “Basta procurar em revistas, na TV, em tudo: ele sempre nos tratou como ‘a minha família'”, disse.

Publicidade