Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ex-stripper processa Jennifer Lopez e pede indenização de US$ 40 milhões

Samantha Barbash alega que sua imagem e seu nome foram usados sem consentimento no filme 'As Golpistas'

Por Redação - 8 jan 2020, 16h09

A personagem de Jennifer Lopez em As Golpistas caiu nas graças da crítica e rendeu à atriz a indicação ao Globo de Ouro de atriz coadjuvante, mas Samantha Barbash – que inspirou a personagem Ramona – não ficou tão feliz com a forma como foi retratada. A empresária e ex-stripper está processando a produtora de J-Lo, responsável pelo longa, pelo uso não autorizado de sua imagem e história. E ainda afirma ter sido difamada pelo roteiro do filme.

Samantha não gostou de ver sua imagem associada ao consumo e produção de substâncias ilegais na casa onde vivia com o filho – situação que alega ser uma invenção dos roteiristas. A empresária está pedindo cerca de 40 milhões de dólares no processo: 20 milhões em compensação de danos e 20 milhões como forma de punição à produtora. Na cotação atual, a quantia chega a 162 milhões de reais. Além do dinheiro, Samantha entrou com um pedido para que todas as cópias do longa sejam recolhidas.

View this post on Instagram

I’ll be waiting like this all month long it’s a queens birthday coming soon

Publicidade

A post shared by Samantha Barbash 💋👸🏻™️ (@iam_missfoxita) on

De acordo com o site TMZ, os produtores da Nuyorican Productions teriam procurado Samantha para pedir sua autorização para o filme, mas o pedido foi recusado pela empresária, que estaria insatisfeita com o valor oferecido em troca de sua permissão. Apesar disso, a produtora seguiu com o projeto de As Golpistas, e Jennifer ficou com o papel de Ramona, inspirado na história de Samantha.

View this post on Instagram

My what did you say face

Publicidade

A post shared by Samantha Barbash 💋👸🏻™️ (@iam_missfoxita) on

Publicidade