Clique e assine a partir de 9,90/mês

Em ‘Apocalipse’, ex-‘Escolinha do Professor Raimundo’ é carola

Castrinho, que eternizou os personagens Cascatinha e Geraldo em humorísticos da Globo, vive um judeu ortodoxo na bíblica Apocalipse

Por Da redação - Atualizado em 23 nov 2017, 10h39 - Publicado em 23 nov 2017, 09h33

Quem acompanhar a nova novela Apocalipse, da Record, talvez não consiga reconhecer o ator por trás da barba, do chapéu e dos óculos do judeu ortodoxo Oziel. Aos 77 anos, Geraldo Freire de Castro Filho, o Castrinho, faz sua segunda novela bíblica — antes, atuou em A Terra Prometida –, em papeis bem diferentes daqueles que o consagraram na época da parceria com Chico Anysio, principalmente na Escolinha do Professor Raimundo, da agora concorrente Globo.

“É uma alegria viver esse personagem, eu tenho a oportunidade de fazer algo totalmente diferente”, diz na página oficial da novela. Oziel, seu novo papel, é descrito como honesto, trabalhador e avarento. Além de religioso. Logo no primeiro capítulo, no enterro de um irmão, ele precisou fazer oração judia. 

O personagem vai participar das três fases de Apocalipse, trabalho que obrigatoriamente incluirá algumas horas de maquiagem. “Vai ser muito interessante que eu envelheço durante toda a trama”, anima-se, apostando no sucesso com o público. “Eu acho que a novela vai ser muito vista porque é diferente de tudo aquilo que já se fez em matéria de dramaturgia”.

Mais conhecido pelo humor, Castrinho criou, no início dos anos 1970, o menino Cascatinha, apresentado primeiro no humorístico Chico City e depois reutilizado, na década seguinte, em Chico Anysio Show e A Turma do Balão Mágico. Mais tarde, na Escolinha do Professor Raimundo, personificou outro personagem icônico, Geraldo.

Publicidade