Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

‘Estou sem acreditar’, diz musa da banheira do Gugu

Luiza Ambiel trabalhou com o apresentador por quatro anos em um dos quadros mais importantes e polêmicos do programa e conta que era muito ligada a ele

Por Da Redação - Atualizado em 23 nov 2019, 00h56 - Publicado em 22 nov 2019, 23h56

Alçada por Gugu Liberato ao posto de musa da “banheira do Gugu”, um dos quadros mais polêmicos da carreira do apresentador, Luiza Ambiel diz que a ficha sobre a morte do amigo ainda não caiu. “É duro, eu não estou acreditando. Querer a gente não quer nunca que um negócio desses aconteça”, declarou ao telefone com a voz embargada.

Luíza trabalhou com Gugu por quatro anos no quadro. A relação dos dois começou depois de Luíza ir ao programa do empresário com uma caravana. Segundo ela, a produção a fisgou no fundo do auditório e a colocou na frente. Depois da câmera focar em seu rosto diversas vezes, ela foi chamada para participar de alguns quadros. A banheira veio logo em seguida. Luiza chegou a se apresentar no Japão por conta da fama.

“Ele (Gugu) era ligado em tudo o que eu fazia. Ele me ajudou várias vezes desde quando eu vim para São Paulo. Uma das últimas vezes em que eu o vi, ele me tratou com respeito, como sempre fez, rimos, fizemos piadas de algumas coisas. Nós nos divertíamos muito. Ele era muito importante para mim. Fará uma falta enorme em minha vida”, diz Luiza emocionada.

Após a banheira, lançou um livro Na Banheira com Luiza Ambiel escrito por João Henrique Schiller. Também foi aluna do primeiro ano de jornalismo na Uniban e musa do carnaval da Vai-Vai.

Publicidade