Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Estou impossível’, diz Luana Piovani sobre seu novo reality show

Programa procura aproximar apresentadora do público enquanto discute temas como fantasias sexuais e monogamia

“Eu estou ficando cada vez mais impossível, você concorda? Porque as minhas asas não param de crescer.” É com essa sinceridade que Luana Piovani resume sua carreira a VEJA. Sinceridade, aliás, responsável por lhe render a fama de polêmica, que não aprova. “Você espera do homem que ele seja prático, determinado (…), que você faça uma pergunta e ele responda”, explica. “Quando vem uma mulher assim – que fala, se coloca, diz não, não se submete às pessoas -, as pessoas têm uma tendência a criticar.” É justamente essa sua franqueza característica que apimenta o reality show Luana É de Lua, que se propõe a abordar temas considerados tabus. A estreia acontece nesta terça-feira, às 21h, no canal pago E!.

Entre os assuntos que compõem a primeira temporada – a encomenda da segunda vai depender da recepção do público – estão desde autoimagem e influenciadores digitais até fantasias sexuais e monogamia. Um episódio em especial mexeu com a apresentadora de forma mais pessoal: o que fala sobre luta. “Eu não gosto de luta, sofri uma agressão”, conta, lembrando a violência sofrida durante o relacionamento com Dado Dolabella, em 2008. “Falar sobre agressão, assistir, enfim, me coloca em um lugar que não é confortável.”

Os episódios são divididos em três momentos: o primeiro, quando o tema é apresentado, envolve a rotina de Luana; o segundo inclui uma roda de conversa com amigos e especialistas; e o terceiro é a “experiência”, quando a apresentadora mergulha de vez no assunto. Essa última é, inclusive, a parte mais marcante do primeiro episódio da série, que fala sobre fantasias sexuais e mostra Luana tendo uma aula prática sobre sadomasoquismo. “Acho que o que diferencia (o reality de outros do mesmo gênero) é a abordagem. Eu não sou jornalista, sou interessada e curiosa, troco muito com as pessoas com quem converso”, diz a atriz. O tratamento “gente como a gente” funciona a favor da produção na maior parte do tempo – com exceção das cenas em que a apresentadora está em sua casa, em que falta naturalidade.

É justamente nessas cenas que mora uma curiosidade: Luana Piovani e Pedro Scooby ainda eram casados quando o reality foi gravado – o divórcio do casal foi anunciado em março deste ano. Durante a festa de lançamento do programa, em maio, a atriz se mostrou positiva sobre a presença do ex na produção. “Não me incomoda em nada, muito pelo contrário, ele é uma pessoa brilhante e só tá abrilhantando meu programa”, declarou. “Olha o bifão que eu botei na roda, gente!”, completou, aos risos. No entanto, as coisas parecem ter tomado outro rumo quando Luana descobriu, através de uma foto no Instagram, que Scooby estava namorando a cantora Anitta. Em transmissão de vídeo no YouTube, a atriz afirmou que Scooby era um “turista no casamento” e que nunca achou que “ia ter três filhos e que ia ser férias em Bali (onde Pedro Scooby assumiu o romance com Anitta)“. Já no Dia dos Namorados, a atriz declarou que havia conseguido se livrar “de um companheiro que não agregava”. Aparentemente, Luana é realmente de lua.