Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Equipe de ‘Mad Max 4’ é acusada de causar danos ambientais na Namíbia

Ecologistas e profissionais do turismo na Namíbia acusaram a equipe de produção de Mad Max – Fury Road (Estrada da Fúria, em tradução literal) de prejudicar zonas protegidas do deserto da Namíbia. As gravações do quarto episódio da franquia, que é dirigido pelo australiano George Miller e conta com a atriz sul-africana Charlize Theron, foram feitas entre julho e dezembro de 2012, em uma região recentemente transformada no Parque Nacional de Dorob. A denúncia contra a produção está em documento que veio a público nesta segunda-feira.

A autoridade independente de Conservação e Gestão da Costa de Namíbia (Nacoma) encomendou um estudo que foi entregue em dezembro ao ministério namíbio de Turismo. “Sim, zonas do deserto da Namíbia foram destruídas”, confirmou o autor do documento, Jon Henschel. “As permissões e autorizações ambientais fornecidas pelo ministério do Meio Ambiente para o projetoMad Max não eram suficientemente precisas para delimitar a gestão de respeito ao meio ambiente”, diz o documento.

A Comissão Namíbia do Cinema (NFP) reagiu com um anúncio de uma página de publicidade no jornal do governo New Era. O espaço foi usado para “negar as acusações” referentes às filmagens de Mad Max 4. A comissão acusou a imprensa local de publicar “inverdades” e manchar a reputação do país. O ministério do Meio Ambiente divulgou ainda um comunicado que expressa sua satisfação pela forma com que a equipe do longa realizou a reabilitação do set de filmagens.

(Com agência France-Presse)