Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Emma Watson espalha cópias de livro feminista no metrô de Londres

Atriz deixou 100 exemplares de ‘Mom & Me & Mom’, de Maya Angelou, no transporte público

Emma Watson espalhou 100 cópias do livro de memórias de Maya Angelou Mom & Me & Mom no metrô de Londres. O volume, um retrato da mãe da escritora, Vivian Baxter Johnson, é o título deste mês do clube do livro feminista da atriz, Our Shared Shelf. A Hermione da franquia Harry Potter divulgou em suas contas nas redes sociais várias fotos e vídeos de cópias do livro no metrô londrino.

Emma ainda deixou um bilhete dentro de cada exemplar, pedindo para os leitores tomarem cuidado com o livro. “Quando você terminar, por favor, deixe o volume no metrô de novo para outra pessoa encontrar”, diz a nota. A iniciativa de distribuir livros no metrô é do projeto Books on the Underground.

A atriz lançou seu clube do livro no site Goodreads em janeiro. “Como parte do meu trabalho com a ONU Mulheres, eu comecei a ler tantos livros e ensaios sobre igualdade quanto eu posso”, escreveu no site. “Tem tanta coisa maravilhosa por aí! Engraçadas, inspiradoras, tristes, instigantes, empoderadoras! (…) Decidi criar um clube do livro feminista porque quero compartilhar com os outros tudo o que eu estou aprendendo e também porque quero saber o que vocês pensam.”

O clube do livro da atriz conta com cerca de 150.000 membros. Alguns dos títulos que já foram debatidos no grupo foram Persépolis, de Marjane Satrapi, A Cor Púrpura, de Alice Walker, e My Life on the Road (Minha Vida na Estrada, em tradução direta), de Gloria Steinem.

@oursharedshelf's Nov & Dec book is #Mom&Me&Mom by Maya Angelou

A post shared by Emma Watson (@emmawatson) on

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Aloisio Barros

    Jogaria no lixo todos que encontrassem.

    Curtir

  2. Neli Aparecida de Faria

    Amei a iniciativa.

    Curtir

  3. Nao conseguem ser femininas entao viram feministas. Puro lixo

    Curtir

  4. Marcos Binelli

    Panaca, diz que sofre por ser mulher…será que a Meryl Streep também sofre preconceito???? Ou somente as atrizes ruins? Como os atores ruins sofrem?

    Curtir

  5. Critica o homem por ser macho (machista) como se fosse uma coisa ruim, mas são feminista.

    Curtir

  6. Marcio Oliveira

    É isso que sobra quando uma atriz em evidência resolve militar por uma causa.
    Uma “panfletante” de teorias sexistas. De nada difere dos que te cospem o fim do mundo na rua direita.

    Curtir