Clique e assine a partir de 9,90/mês

Emilia Clarke diz que sofreu aneurismas enquanto rodava ‘Game of Thrones’

Intérprete de Daenerys afirma que teve o crânio aberto durante uma das cirurgias pelas quais passou

Por EFE - 21 Mar 2019, 16h38

A atriz Emilia Clarke revelou em um artigo para a revista The New Yorker que sofreu dois aneurismas enquanto rodava Game of Thrones, o primeiro deles em 2011, logo após terminar a filmagem da primeira temporada, com 24 anos.

A atriz conta o estresse que sofria com a exposição por encarnar a personagem Daenerys Targaryenen na série e que teve que contratar um personal trainer para canalizá-lo. Durante um treinamento em Londres, a atriz disse ter sentido “como se um elástico estivesse lhe espremendo o cérebro” e pediu um intervalo.

“Cheguei ao banheiro, caí de joelhos e comecei a vomitar de forma violenta e volumosa enquanto a dor ficava pior”, relatou a atriz, que então foi levada a um hospital, onde descobriu que tinha sofrido um aneurisma.

Emilia foi submetida a uma cirurgia de emergência e teve a sua vida salva. No entanto, duas semanas depois, uma enfermeira perguntou como a jovem estava se sentindo. Foi quando ela não conseguiu dizer seu próprio nome.

Continua após a publicidade

Os médicos detectaram um segundo aneurisma de menor tamanho no outro lado do cérebro, que poderia estourar a qualquer momento. A atriz contou que se sentiu insegura durante a filmagem do resto da série e precisou tomar morfina entre as entrevistas à imprensa para atenuar a forte dor: “A cada minuto de cada dia pensava que ia morrer”, lembrou.

Em 2013, após outro exame, os médicos constataram que seu segundo aneurisma tinha duplicado de tamanho e, enquanto representava Bonequinha de Luxo na Broadway, soube que precisaria ser submetida a uma nova operação para eliminá-lo.

O procedimento não foi tranquilo, uma vez que, de acordo com os médicos, “tinha falhado e causado uma terrível hemorragia”. Submetida a outra cirurgia, precisou ter seu crânio aberto e demorou um mês para se recuperar.

Emilia usou o artigo na revista para lançar uma organização beneficente que vai proporcionar tratamento a pessoas que sofreram com problemas parecidos. Ela terminou o texto comentando sobre a sensação “gratificante” por chegar ao fim de Game of Thrones, que exibe sua última temporada a partir de abril. “Estou feliz de estar aqui para ver o final desta história e o início do que vier depois”, disse.

Publicidade