Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em show vibrante, Pearl Jam homenageia ‘Cidade Luz’

Banda teve o show ameaçado por fortes ventos em São Paulo, mas fez uma apresentação impecável, com homenagem às vítimas da tragédia na França. Para a Cidade Luz, banda dedicou 'Love Boat Captain'

Dois anos após se apresentar na capital paulista, quando fechou a edição brasileira do Lollapalooza em 2013, o Pearl Jam voltou a fazer um belo show na cidade. A apresentação de mais de três horas começou com homenagens às vítimas dos atentados terroristas que abalaram Paris nesta sexta-feira, seguida de uma performance impecável. Embalados pelo líder Eddie Vedder, os americanos chegaram a ter o espetáculo ameaçado por uma forte ventania e chuva, o que deixou os fãs apreensivos no Estádio do Morumbi.

A banda subiu ao palco tocando a melódica Long Road, seguida por Of the Girl. Só então Vedder interagiu pela primeira vez com o público. O vocalista fez um apelo por um mundo com mais amor e disse, arranhando o português, que todas as suas orações eram para a capital francesa. A bateria de Matt Cameron, inclusive, foi decorada com um desenho da Torre Eiffel, em mais uma homenagem aos parisienses. Para a Cidade Luz, a banda dedicou Love Boat Captain.

Após o começo marcado por canções calmas, uma sequência de três das mais pesadas músicas do grupo colocou a plateia para pular: Do the Evolution, Hail Hail e Why Go, esta do primeiro álbum do Pearl Jam, Ten. A apresentação seguiu com duas boas pedidas do último trabalho do grupo de Seattle, Lightning Bolt: Getaway e Mind Your Manners, bem recebidas pelos fãs. As novas deram espaço para dois clássicos: Deep e Corduroy.

Durante a execução da faixa que dá nome ao mais recente álbum e turnê do Pearl Jam, Lightning Bolt, uma forte ventania começou a balançar parte da estrutura do palco. Luzes, peças da decoração e caixas de som começaram a ser violentamente chacoalhadas pelo vento, que anunciava uma tempestade iminente. O show foi interrompido pela produção e Vedder se desculpou: “Acho que foi culpa minha”, disse, brincando com o fato de ter acabado de cantar uma música cuja letra teria invocado os raios que iluminavam o céu da Zona Sul paulistana.

O vocalista anunciou que algumas partes do cenário teriam que ser retiradas e ajustadas, por razões de segurança, e que a apresentação poderia ser paralisada a qualquer momento se a situação piorasse. A banda saiu de cena para que a equipe realizasse o procedimento, e deixou seu vocalista sozinho frente à multidão. Com apenas um violão, Vedder cantou Elderly Woman Behind the Counter in a Small Town, que teve o refrão acompanhado em coro pelos presentes. Quando os outros integrantes voltaram ao palco, a banda tocou um de seus maiores sucessos: Even Flow.

Após Given to Fly e Jeremy, a banda começou a tocar Better Man. Foi então que a chuva começou, mas sem a força esperada. A água que passou a cair no Morumbi só serviu para refrescar o calor e molhar o público. A banda continuou com Rearviewmirror, última antes de um intervalo de dez minutos.

Na volta, após Footsteps, num dos momentos mais emocionantes da noite, Vedder anunciou que iria cantar uma canção em homenagem a um grande homem, que completaria 75 anos em dezembro. “Acendam seus celulares”, pediu o vocalista. O estádio respondeu iluminado para entoar Imagine, clássico de John Lennon.

Sirens, do álbum novo, Whipping, I Am Mine, Blood e uma intensa Porch, que contou com Vedder se atirando na plateia com o microfone em mãos, mantiveram a qualidade do show. A banda então saiu de cena – mas por pouco tempo. A volta para um longo bis veio com Comatose e State of Love and Trust, outras duas que tiraram o público do chão. Os hits Black e Alive vieram em seguida, preparando o final da apresentação.

Numa tentativa de falar português, Vedder agradeceu a energia que, segundo ele, foi capaz de amenizar a dor que todos estavam sentindo quando o show começou por causa dos ataques na França. Yellow Ledbetter veio então para mais um dos momentos emotivos do show. A banda, ovacionada, fez uma reverência ao público que enchia o Morumbi e se preparou para deixar a cena. A música derradeira foi All Along the Watchtower, cover de Bob Dylan, fechando mais uma apresentação do Pearl Jam na capital paulista.”São Paulo sempre nos traz grandes recordações”, finalizou Vedder.