Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dominicana usa corpo como suporte publicitário nas ruas de Nova York

A ideia rende até três eventos por mês à empresa criada para organizar as aparições de Margarita Domínguez e seus funcionários

A dominicana Margarita Domínguez escolheu um modo inusitada para fazer publicidade nas ruas e eventos de Nova York: usar pinturas artísticas em seu próprio corpo – uma versão feminina, e bem mais charmosa, do homem-sanduíche dos centros urbanos brasileiros.

Nascida na cidade de Santiago, na República Dominicana, mas radicada em Nova York desde pequena, a jovem empreendedora fundou há dois anos a World of Margarita, uma agência publicitária focada em usar pinturas corporais para transformar seu corpo e de suas empregadas em outdoor ambulante.

“As pessoas ficam encantadas e me pedem para tirar fotos com elas. Acho que é uma ideia boa para promover um produto”, disse Margarita, que costuma frequentar a academia duas horas por dia para se manter em forma.

A dominicana garantiu que nunca teve problemas com seus clientes, já que a maioria entende essa prática como uma expressão artística. No entanto, Margarita só costuma frequentar lugares seguros e analisados previamente. Antes de se arriscar em seu projeto empreendedor, ela estudou piano durante mais de 20 anos e, atualmente, também atua como cantora de música clássica e contemporânea.

A ideia de usar o corpo surgiu quando ela participava de uma atividade beneficente em Nova York, justamente onde conheceu Fernello, o artista responsável pelas pinturas corporais. “Vi o modo como as pessoas olhavam e isso me encantou. Isso é arte, mas as pessoas tiram fotos e, posteriormente, lançam nas redes sociais. Foi ai que percebi que as companhias poderiam se interessar nesse tipo de publicidade”, explicou Margarita.

Depois de ser modelo de Fernello para outro evento, a jovem propôs uma parceria ao artista: “Você e eu deveríamos fazer anúncios em meu corpo, quero fazer algo diferente. Vamos pôr esta ideia em ação? “.

A partir desta questão nasceu a empresa que, em dois anos, tem vinte funcionários e realiza por mês uma média de três eventos, pelos quais chegam a cobrar entre 300 e 2 000 dólares.

Seu próximo projeto é um vídeo dedicado ao público feminino sobre como se manter em forma. Ela disponibilizará o conteúdo desse projeto no canal World of Margarita no YouTube. “Quero ensinar as outras mulheres a cuidar do corpo, não importa a idade que elas tenham.”

(Com Agência EFE)