Clique e assine a partir de 9,90/mês

Diretor do novo ‘Caça-Fantasmas’ acusa críticos de machismo

Projeto com Melissa McCarthy vem sendo questionado nas redes sociais por escalar mulheres em vez de homens como personagens principais

Por Da Redação - 16 Mar 2015, 13h40

O diretor Paul Feig (Missão Madrinha de Casamento) rebateu as críticas recebidas por escalar mulheres em vez de homens nos papéis principais da nova versão de Os Caça-Fantasmas, classificando-as como “misóginas”. Feig tornou-se alvo nas redes sociais logo após anunciar que Melissa McCarthy (Um Santo Vizinho) e Kristen Wigg (A Vida Secreta de Walter Mitty) serão as caçadoras de fantasmas ao lado das colaboradas do humorístico americano Saturday Night Live Kate McKinnon e Leslie Jones. Sucesso no fim dos anos 80, a franquia Os Caça-Fantasmas teve dois filmes, lançados em 1987 e 1989, dirigidos por Ivan Reitman e estrelados por Dan Aykroyd, Harold Ramis e Bill Muray, conhecido por Encontros e Desencontros, de Sofia Coppola.

Leia também:

Franquia ‘Os Caça-Fantasmas’ terá filmes e séries no estilo Marvel

Escolhidas as protagonistas do novo ‘Os Caça-Fantasmas’

Continua após a publicidade

“A internet é realmente divertida – eu adoro, mas odeio ao mesmo. A primeira onda após o anúncio do remake foi impressionantemente positiva. Todos estavam felizes. Então, vem a segunda onda, e você pensa: ‘Meu Deus’. É uma das coisas mais baixas e misóginas que eu já vi na minha vida”, disse Feig ao site da revista americana The Hollywood Reporter no festival americano SXSW, em Austin, ao qual compareceu para lançar A Espiã que Sabia de Menos, que também conta com Melissa McCarthy, além de Jason Statham e da brasileira Morena Baccarin.

Feig já fez outros filmes que contavam com mais mulheres que homens nos papéis principais. Em Missão Madrinha de Casamento, ele dirigiu Kristen Wigg e, em As Bem-Armadas, Melissa McCarthy e Sandra Bullock. Por isso, não escondeu sua surpresa com alguns dos comentários das redes. “Constantemente é alguém que se diz ‘pai orgulhoso de dois filhos’. Você tem duas crianças e me critica por colocar mulheres no filme?”.

Perguntado sobre a versão “masculina” com Channing Tatum (Anjos da Lei), Feig disse: “Quem sabia que tinham tantos fantasmas para serem caçados? Tudo o que eu sei é que minhas garotas irão arrebentar”. Especula-se que será criado todo um universo em torno do novo Os Caça-Fantasmas, inclusive um possível filme unindo os times de caçadores masculinos e femininos. A nova versão dirigida por Paul Feig está prevista para ser lançada no dia 22 de julho de 2016 nos cinemas americanos.

Publicidade