Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Diretor do filme ‘Amor’ rejeitou trabalhar com Brad Pitt

Michael Haneke, vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro, alegou que o cinema americano não se encaixa com seu perfil

O diretor austríaco Michael Haneke, ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2013 com Amor, revelou neste domingo que rejeitou uma oferta da produtora de Brad Pitt para rodar um longa com o ator como protagonista.

Na ocasião, Haneke alegou que “as produções americanas de massa não se encaixam com seu tipo de produção. “Os filmes mainstream americanos são um tipo de cinema de resposta”, disse em conversa com a ORF, rádio pública austríaca. Ele se referia ao fato de que, assim que é lançada, uma grande produção hollywwoodiana precisa de uma resposta imediata de público e bilheteria.

Leia também:

‘Amour’, de Michael Haneke, é o grande vencedor dos Prêmios do Cinema Europeu

Cannes divulga os filmes que disputam a Palma de Ouro em 2013

Autoria – Haneke, que contabiliza ainda duas Palmas de Ouro do Festival de Cannes — pelos filmes A Fita Branca (2009) e Amor (2012) –, acrescentou que não gosta de trabalhar com roteiros dos outros, por isso também não aceitou a proposta de Brad Pitt. “Eu não sou um diretor, sou um autor. Ainda assim, se fosse uma história que correspondesse ao meu universo de alguma forma, por que não?”, declarou.

O diretor finalizou a conversa com ironia. “Deveria ser um privilégio trabalhar com Pitt? Não tenho nada contra ele, mas eu escolho os atores que vão trabalhar comigo”, afirmou.

(Com agência EFE)