Clique e assine a partir de 9,90/mês

Deprê, Sam Smith desafia Rock in Rio a se manter acordado

Cantor se apresentou no Palco Mundo, antes de Rihanna, com show que beirou o tédio

Por Raquel Carneiro - 27 Sep 2015, 00h14

Foi difícil se manter acordado – ou não cortar os pulsos – durante o show do cantor Sam Smith, na noite deste sábado, no Palco Mundo do Rock in Rio. Até o próprio admitiu, lá pela metade da apresentação, que seu primeiro disco, In the Lonely Hour, é um tanto quanto deprê. “Eu me apaixonei por um cara há cerca de três anos. E ele partiu meu coração”, disse Smith, explicando a inspiração do trabalho vencedor do Grammy este ano.

A apresentação começou com um dos hits do cantor, Only One, seguido por Together e Leave Your Love. O vozeirão de Smith prevalecia entre os instrumentais e um grupo reforçado de backing vocals.

Leia também:

Sergio Mendes e Carlinhos Brown fazem ‘Bossa in Rio’

Continua após a publicidade

Lulu Santos traz Mr. Catra e convidados ao palco do Rock in Rio

Irreverente, Ultraje a Rigor faz protesto com humor no Rock in Rio

Um dos únicos momentos animados foi quando Smith prestou uma homenagem para Amy Winehouse, ao entoar a música da cantora britânica Tears Dry On Their Own, em um mix com melodias e trechos das canções Ain’t No Mountain High Enough, famosa na voz de Marvin Gaye, e Le Freak, da banda Chic.

Após o divertido medley, o tédio voltou a reinar com as faixas de Smith, Not In That Way e Lay Me Down. Quem conseguiu se manter em pé até o final, pode ouvir Stay With Me, principal hit na voz de Smith, que fechou a apresentação, um “esquenta” para Rihanna.

Publicidade