Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Demi Moore põe Ashton Kutcher para fora de casa

Em comunicado, atriz disse ter 'valores e votos' que considera sagrados, em óbvia referência à traição de Kutcher

Por Da Redação - 17 nov 2011, 19h15

Demi Moore, 49, não resistiu à traição de Ashton Kutcher, 33, flagrado por uma revista de fofoca americana com uma modelo de vinte e poucos anos na noite em que ambos completavam seis anos de casamento. Em comunicado distribuído nesta quinta-feira à imprensa, Demi Moore diz que tem “valores e votos” a preservar. “É com grande tristeza e coração pesado que eu decidi acabar com meu casamento de seis anos com Ashton”, diz a atriz no texto. “Como uma mulher, uma mãe e uma esposa, existem certos valores e votos que considero sagrados e é nesse espírito que eu escolhi seguir em frente com minha vida.” A atriz ainda pede privacidade. “Esse é um tempo novo para mim e para a minha família e, por isso, eu peço a mesma compaixão e privacidade que eu daria a qualquer um que passasse pela mesma situação.”

O ator, que vinha usando menos o Twitter a pedido da mulher, com quem tentava se reconciliar, foi à rede social para lamentar o fim da relação. “Eu sempre vou amar o tempo que passei com Demi. Casamento é uma das coisas mais difíceis no mundo e, infelizmente, algumas vezes ele falha.”

A traição de Ashton Kutcher virou notícia no final de setembro. Na tentativa de salvar o casamento, o casal, que segue a cabala, chegou a acampar no Dia do Perdão judaico. O divórcio, que envolve duas grandes fortunas, deve movimentar um total de 290 milhões de dólares.

É a segunda vez que Demi Moore se separa. Ela já foi casada com outro ator, o duro-de-matar Bruce Willis, com quem teve três filhas: Rumer, Scout e Tallulah Belle.

Publicidade

LEIA TAMBÉM:

Revista americana teria fotos da traição de Ashton Kutcher

Modelo que abalou casamento de Kutcher quebra o silêncio

Em vídeo, o ator Ashton Kutcher defende honestidade e verdade na mídia

Publicidade