Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Demi Moore diz que tinha medo de ser abandonada

Em entrevista a revista americana, a atriz falou sobre amor, a relação com seu corpo e liberdade

Após sua separação do ator Ashton Kutcher, Demi Moore se manteve calada sobre sua vida pessoal. Agora, ela quebra o silêncio em entrevista para a edição de fevereiro da revista americana de moda Harper’s Bazaar. Entre os assuntos, a atriz revelou que tinha medo de ser abandonada, mas repensou o assunto e acha que passou a temer mais não ter controle sobre tudo. “O que mais me assusta é saber que nem tudo está sob meu controle. Isso faz eu me sentir insegura”, disse.

O divórcio extremamente exposto de Demi e Kutcher parece ter feito bem para a atriz e suas resoluções de vida. Quando perguntada sobre o que achava de liberdade, ela respondeu que é importante deixar as coisas acontecerem e não levar a vida tão a sério. “(Liberdade é) viver o momento, não refletir sobre o passado, não projetar o futuro, não dar mais importância ao que as pessoas pensam do que você pensa”, respondeu.

Demi Moore também falou sobre sua relação com seu corpo. Mãe de três filhos, ela disse que encontrou a paz com seu corpo depois de passar por fase de amor e ódio. “Hoje, aceito muito bem meu corpo. Eu encontro a paz quando o vejo não como meu inimigo e quando eu olho para trás e vejo tudo o que meu corpo já fez por mim”, falou. A atriz disse que agradece seu corpo por lhe permitir ser forte, ter tido três filhos e interpretado diferentes papéis como atriz.

A entrevista faz parte do programa de televisão The Conversation, produzido por Demi e por sua amiga Amanda de Cadenet, que será apresentadora. Ele está previsto para estrear ainda neste semestre no formato de talk show, com entrevistas sobre os desafios que mulheres enfrentam no cotidiano. A conversa completa já está disponível no site da Harper’s Bazaar.