Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Deborah Secco é condenada por desvio de dinheiro público

Atriz terá de devolver mais de 158.000 reais aos cofres públicos. Cabe recurso

Deborah Secco terá de devolver 158.191 reais aos cofres públicos, segundo determinação da Justiça. A atriz foi condenada por desvio de verbas públicas, em ação de enriquecimento ilícito e improbidade administrativa. A mãe, os irmãos e a produtora da família também foram punidos e precisarão restituir 446.455 reais.

Radar On-Line: Relembre a briga de Deborah Secco com a Justiça

Leia também: Deborah Secco desiste de outro filme, o do Calypso

A sentença é do juiz Alexandre de Carvalho Mesquita, da 3ª Vara de Fazenda Pública, divulgada no último dia 24. De acordo com a decisão, a pena ainda prevê uma multa de 5.000 reais, a suspensão de direitos políticos e a proibição de firmar contratos com o Poder Público ou receber incentivos fiscais. Cabe recurso.

Na conta de Deborah teriam sido descontados dois cheques – nos valores de 77.000 e 81.000 reais – referentes a desvio de verbas de um esquema fraudulento envolvendo a Fundação Escola do Serviço Público (Fesp) e ONGs. Quantias ainda maiores foram depositadas nas contas da Luz Produções (163.700 reais) e dos parentes da atriz (282.500).

Segundo as investigações, órgãos do governo do Rio contratavam a Fesp para realizar projetos mesmo sabendo que ela não conseguiria cumprir o combinado. A fundação, então, repassava os contratos às ONGs representadas pelo pai da atriz, Ricardo Tindó Ribeiro Secco, chefe do esquema. Na conta dele e da mulher, Angelina, foram depositados 453.000 reais. Deborah Secco teria servido como laranja para o pai.