Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Deborah Secco desiste de outro filme, o do Calypso

Atraso nas filmagens, que deveriam começar em junho, levou atriz a abandonar o projeto por problemas de agenda. Atriz já declinou de viver Irmã Dulce

Por Da Redação - 30 out 2013, 16h28

Deborah Secco não fará mais o papel da cantora Joelma no filme Isso É Calypso, longa sobre a trajetória da banda paraense. De acordo com a assessoria de imprensa, a atriz, que havia sido confirmada como protagonista do filme no final do ano passado, desistiu devido ao atraso nas gravações, que deveriam ter começado em junho e seguem sem data definida, o que pode criar conflitos de agenda para Deborah. De acordo com o diretor do filme, Caco Souza (de 400 contra 1), ainda não há substituta escalada.

Esta é a segunda desistência no ano de Deborah, que em agosto anunciou sua saída da cinebiografia sobre Irmã Dulce, em que faria o papel da religiosa brasileira, também por problemas de agenda. O projeto que ocupa a atriz atualmente é o filme A Estrada, atualmente em fase de gravação. No longa, ela viverá uma atriz fracassada, que alcançou grande sucesso quando criança com um programa infantil de TV e não conseguiu manter o êxito quando adulta. Além disso, a partir de janeiro ela estará envolvida em um projeto cinematográfico e outro televisivo, ambos não especificados pela assessoria.

Ainda este ano, Deborah entra em cartaz com o filme Boa Sorte, com estreia marcada para o dia 27 de novembro, e com a versão cinematográfica de Confissões de Adolescente, seriado da TV Cultura que a revelou em meados dos anos 1990, prevista para dezembro.

Publicidade