Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Críticos de NY proclamam The Artist o melhor filme de 2011

Meryl Streep e Brad Pitt conquistam o prêmio nas categorias melhor atriz e ator

O Círculo de Críticos Cinematográficos de Nova York elegeu nesta terça-feira o longa-metragem francês ‘The Artist’ como o melhor filme de 2011, além de agraciar Meryl Streep e Brad Pitt nas categorias de interpretação.

‘The Artist’, que aborda o romance de dois atores na Hollywood dos anos 1930, é protagonizado por Jean Dujardin e Bérénice Bejo e dirigido pelo francês Michel Hazanavizius, que levou ainda o prêmio de melhor diretor de 2011.

Meryl Streep foi reconhecida pelo Círculo como a melhor atriz de 2011 pela interpretação da ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher no longa ‘A Dama de Ferro’, enquanto Brad Pitt emplacou como melhor ator pelos papéis em ‘A Árvore da Vida’ e ‘O Homem que Mudou o Jogo’.

O prêmio de melhor roteiro foi para Steven Zaillian e Aaron Sorkin pelo texto de ‘O Homem que Mudou o Jogo’. Já Emmanuel Lubezki, de ‘A Árvore da Vida’, ganhou a homenagem de melhor fotografia. O drama iraniano ‘Uma Separação’, dirigido por Asghar Farhadi, recebeu o título de melhor filme em língua estrangeira.

Jessica Chastain se destacou como melhor atriz coadjuvante pelas atuações em ‘O Abrigo’, ‘Histórias Cruzadas’ e ‘A Árvore da Vida’, enquanto Albert Brooks foi eleito o melhor ator coadjuvante por ‘Drive’.

‘Cave of Forgotten Dreams’, filmado em 3D por Werner Herzog, ganhou na categoria de melhor documentário. Por fim, a carreira cinematográfica do diretor chileno Raoúl Ruiz (‘Mistérios de Lisboa’, 2010), falecido no dia 19 de agosto em Paris, recebeu o prêmio especial da crítica nova-iorquina.

Fundado em 1935, o Círculo de Críticos Cinematográficos de Nova York reúne críticos de jornais, revistas e sites especializados em cinema. A associação informou a lista de ganhadores deste ano através do microblog Twitter antes de divulgá-las em seu site.

(com Agência EFE)