Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Criador de ‘Rick and Morty’ assume ter assediado roteirista

'Nunca teria feito isso se eu tivesse o mínimo de respeito pelas mulheres', afirmou Dan Harmon em uma edição do seu podcast

A roteirista Megan Ganz aceitou o pedido de desculpas de Dan Harmon, co-criador da série Rick and Morty, por tê-la assediado sexualmente, quando os dois trabalharam na série Community, da qual ele era criador e produtor executivo. Em seu podcast semanal, Harmontown, o produtor afirmou: “Eu destruí a minha série e traí a audiência. Nunca teria feito isso se eu tivesse o mínimo de respeito pelas mulheres. Fundamentalmente eu as via como criaturas diferentes”.

“Estava atraído por uma roteirista que era a minha subordinada”, disse Harmon no podcast. “Comecei a odiá-la por não me retribuir. Disse coisas horríveis para ela, a tratei muito mal, sempre sabendo que era eu quem pagava seu salário e controlava seu futuro dentro da série. Coisas que eu certamente nunca faria com um colega de trabalho homem”, refletiu.

Além do pedido de desculpas, o produtor ainda se mostrou otimista em relação às denúncias de assédio sexual em Hollywood: “Estamos vivendo um momento histórico porque as mulheres estão finalmente fazendo os homens pensarem naquilo que eles fazem, o que nunca aconteceu antes. Se você não pensa nos seus atos, empurra para o fundo da sua cabeça e, fazendo isso, você está causando um dano irreparável nas pessoas que foram abusadas”, concluiu Harmon.

Depois da publicação do podcast, Megan Ganz utilizou o Twitter para aceitar as desculpas do produtor. “Eu me vejo na situação inédita de ter exigido um pedido de desculpas público e então tê-lo recebido”, afirmou. “Nunca quis me vingar dele, só queria reconhecimento. Por isso não aceitaria um pedido de desculpas particular, porque o processo de cura é jogar luz sobre essas coisas. Em face disso, eu perdoo você, Dan.”