Clique e assine a partir de 9,90/mês

Confira quais operadoras de TV e sites de streaming vão liberar o sinal

Medida visa oferecer mais entretenimento para manter pessoas em casa, além de ampliar acesso à informações sobre a pandemia do coronavírus

Por Tamara Nassif - Atualizado em 24 mar 2020, 12h10 - Publicado em 17 mar 2020, 09h43

Enquanto estreias mundiais e bilheterias minguam por causa do coronavírus, a televisão dá um respiro em um contexto de crise para o mundo do entretenimento. A partir desta semana, algumas operadoras de TV brasileiras vão liberar o sinal de canais fechados para que a população fique em casa — conforme recomendação para conter o avanço da doença.

Para além das operadoras, a plataforma de streaming Globoplay, da rede Globo, vai endossar à iniciativa por 30 dias e disponibilizará diversos títulos do catálogo infantil para não-assinantes, além de vários filmes da Disney, Marvel e Pixar. Dentre os programas liberados, estão Detetives do Prédio Azul, Escola de Gênios e Mya Go, e os filmes Malévola, Os Incríveis, Mulan, e Capitão América 2: O Soldado Invernal. Além disso, o canal oferecerá a exibição de jogos de futebol do Campeonato Carioca, caso a torcida continue impedida de participar presencialmente.

O Prime Video, da Amazon, também liberou parte de seu catálogo infantil para não-assinantes. Estão disponíveis títulos originais, feitos pelo canal, voltados para crianças em idade pré-escolar e séries para a faixa etária entre 6 e 11 anos. Para acessar, é necessário fazer um cadastro no site da Amazon.

Por parte de redes e emissoras, a Telecine e a Walt Disney Company liberaram seus canais nas plataformas e operadoras em que seguem disponíveis. Estão inclusos todos os seis canais da Telecine (Premium, Action, Touch, Fun, Pipoca e Cult), bem como ESPN, FOX, National Geographic e os infantis da Disney.

Continua após a publicidade

Confira quais operadoras aderiram à iniciativa:

Sky TV

Com mais de 70 canais liberados, a operadora permite que a programação de emissoras como GloboNews, GNT, TNT, Cartoon Network, Cinemax, Discovery e BBC entre no cotidiano de quem vai ficar em casa por causa da pandemia, por tempo indeterminado. A medida é válida para clientes de planos pós-pagos e pré-pagos com recarga ativa.

Oi TV

Continua após a publicidade

A lista da operadora Oi inclui 19 canais como Telecine, Nickelodeon, Sony Channel, AXN Brasil e Paramount. O sinal aberto vigorará até 28 de março. Ela ainda estuda liberar a internet para acesso de sites prioritários, como de instituições governamentais.

Vivo TV

Com 101 canais abertos pelos próximos 15 a 20 dias, a Vivo integra a lista de operadoras que liberaram o sinal para clientes. Estão disponíveis redes como Discovery, ESPN, Fox e Telecine. Além disso, permite que canais disponíveis no app Vivo Play também sejam acessados sem custo extra.

Claro TV

Continua após a publicidade

A operadora disponibilizará mais conteúdo aos já clientes de TV por assinatura, e prometeu aumentar a velocidade da internet e liberar sinal de wi-fi em áreas públicas para ampliar o acesso à informação. Dos canais não liberados estão HBO e o Pay Per View do Big Brother Brasil 2020.

Net

Todo o catálogo da Net está disponível para clientes por tempo indeterminado. Entram na lista Telecine, CNN, Discovery, GNT e outros canais de esportes, noticiário, cinema e entretenimento variado.

Publicidade