Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Começa Semana da Moda de Londres

Desfiles das coleções assinadas por Rihanna e Tom Ford estão entre os mais aguardados do evento, que vai até terça-feira

Desenhistas internacionais como Tom Ford e a cantora Rihanna roubaram o protagonismo dos clássicos britânicos na Semana da Moda de Londres, que começou nesta sexta-feira, um dia depois do fim dos desfiles de Nova York.

Apagadas as luzes da passarela na cidade americana, Londres passa a ser o foco de atenção da indústria com um total de 56 desfiles e 20 apresentações que mostrarão, durante cinco dias, as tendências para a próxima temporada de outono/inverno.

O evento que vai até terça-feira, dia 19 de fevereiro, teve como desfile de abertura a coleção da jovem britânica Zoë Jordan, que já vestiu famosas como a atriz Keira Knightley e a cantora Lady Gaga.

Leia também

Acusado de antissemitismo, John Galliano ‘desfila’ de judeu

A semana da moda londrina costuma impulsionar a carreira dos novos talentos formados em escolas locais, porém, neste ano, o protagonismo recai sobre costureiros procedentes do outro lado do Atlântico. É o caso do desenhista e diretor de cinema texano Tom Ford, cuja esperada coleção será apresentada – pela primeira vez dentro do calendário oficial – na próxima segunda-feira.

Tom Ford mostrará sua coleção depois do desfile de uma das assinaturas britânicas mais famosas, Burberry Prorsum, cujo desfile poderá ser assistido ao vivo através da internet, em outra aposta da empresa para abrir suas portas ao público através das novas tecnologias.

No domingo, será a vez de outra marca recém-chegada a Londres, a americana L’Wren Scott – atual namorada de Mick Jagger -, que nos últimos anos parou de desfilar em Nova York para fazer isso em Paris, epicentro da moda, e agora atraca na capital britânica.

Expectativa – Mas sem dúvidas a coleção que mais criou expectativa nesta edição da passarela londrina é a colaboração da cantora Rihanna com a assinatura de River Island, desfile que acontecerá no sábado. “Apresentar meu trabalho na Semana da Moda de Londres é um sonho que irá se tornar realidade. Mostrar minha coleção para River Island e fazer isso junto a todos os talentos que são reunidos em Londres é um privilégio”, disse a cantora em janeiro em sua conta no Twitter.

Leia também

SPFW Verão 2013/14 ocorre em março

O sabor britânico e alternativo que sempre caracterizou a semana da moda londrina segue, apesar de tudo, muito marcante com a presença de talentos emergentes já reconhecidos, como JW Anderson, Mary Katrantzou, Peter Pilotto, Jonathan Saunders e Meadham Kirchhoff.

“A Semana da Moda de Londres é uma vitrine deslumbrante para o talento britânico, cuja importância cresceu durante os últimos anos”, afirmou o prefeito de Londres, Boris Johnson, segundo um comunicado do British Fashion Council (BFC), organizador do evento.

Novos talentos – A edição da passarela londrina de 2013 adquire um caráter mais cosmopolita e diplomático do que nunca ao criar um evento para que outros países, como Noruega, Vietnã e Uruguai, apresentem os trabalhos de seus melhores desenhistas. Por isso, 27 embaixadas abrirão suas portas para que a imprensa britânica e internacional e o público contemplem as propostas de uma centena de desenhistas emergentes.

A organização prevê que mais de 5 mil pessoas assistirão a uma das reuniões mais cruciais do ano para a indústria da moda britânica, avaliada em 21 bilhões de libras (31,9 bilhões de dólares).

(Com agência EFE)