Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cineasta desanca Keira Knightley: ‘Nunca mais trabalho com supermodelos’

Em entrevista ao jornal britânico 'The Independent', cineasta disse que não gostou de trabalhar ao lado da atriz de 'Piratas do Caribe'

O diretor John Carney (Apenas uma Vez), em entrevista ao jornal britânico The Independent, não poupou críticas e enfileirou comentários duros à atriz Keira Knightley (Piratas do Caribe). O cineasta, que trabalhou com ela em Mesmo Se Nada Der Certo (2013), contou que não gostou de dirigir Keira.

LEIA TAMBÉM:

Keira Knightley é cotada para viver a imperatriz Catarina em filme

‘Alan Turing devia ser um ícone gay’, diz Keira Knightley

Muita música e romance em ‘Mesmo se Nada der Certo’

Segundo Carney, uma das coisas que mais o incomodou na britânica foi o fato de ela não saber tocar nenhum instrumento ou cantar – e ela estava atuando como uma cantora em busca da fama. “É muito difícil fazer a música soar real com pessoas que não são músicos”, disse.

O irlandês, que se diz empolgado com seu novo filme, Sing Street, gravado em sua terra natal, ainda aproveitou para dizer que não gostou de trabalhar em Hollywood – e aproveitou para alfinetar outra vez Keira, dizendo que trabalhar com ela não era nada fácil. “Keira tem uma comitiva que a segue para todo lugar, é muito difícil fazer o trabalho direito”, disse, sem parar por aí. “Eu acho que o necessário para um ator é não ter medo de se descobrir diante das câmeras. Keira escondia quem ela era e eu não acho que um ator deva fazer isso.”

Carney ainda finalizou concluindo em tom irônico: “Eu aprendi que nunca mais vou fazer um filme com supermodelos”.