Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chris Brown pode ser preso

Promotores pediram a revogação da liberdade condicional do rapper e o acusam de omissão de socorro em acidente de carro ocorrido em maio

Promotores americanos pediram nesta segunda-feira a revogação da liberdade condicional do cantor americano Chris Brown, acusado de ter agredido a namorada – a cantora pop Rihanna -, em 2009, o que pode levá-lo à prisão. O pedido foi oficializado em um requerimento preenchido no tribunal de Los Angeles e é referente à acusação de omissão de socorro em um acidente de carro em maio atribuída ao cantor.

Leia também:

‘Chris Brown foi o amor da minha vida’, diz Rihanna

Dueto com Rihanna é cortado de álbum de Chris Brown

Às vésperas do Grammy 2009, Brown agrediu Rihanna, sua namorada na época, e foi condenado a cinco anos de liberdade condicional, além de ter sido obrigado a participar por um ano de um programa de conscientização sobre violência doméstica e prestar 180 dias de serviço comunitário. Uma foto do rosto machucado da cantora provocou grande revolta por parte da opinião pública.

O rapper, de 24 anos, pode ficar até quatro anos atrás das grades se um juiz concordar em revogar sua liberdade condicional. O cantor negou o delito e alega que o outro motorista está tentando obter vantagem financeira com o acidente.

Uma audiência foi marcada para 23 de julho, mas boatos garantem que ele já chegou a um acordo financeiro com a vítima. O site de celebridades TMZ sugeriu que o astro teria dado informações falsas aos policiais que atenderam a ocorrência.

Leia ainda:

MP recorre para manter condenação de Dado Dolabella

Justiça anula condenação de Dado Dolabella por agressão a Luana Piovani

Brown, por sua vez, publicou uma série de mensagens em sua página no Twitter se defendendo das acusações: “Isso é ridículo. Trabalho duro para sustentar toda a minha família. Cometi erros no passado e tenho trabalhado para ser uma pessoa melhor”, disse, acrescentando: “Tenho que limpar meu nome”.

(Com agência France-Presse)