Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chefe dos estúdios Disney deixa cargo após fracasso de ‘John Carter’

O presidente dos estúdios Disney, Rich Ross, deixou se posto nesta sexta-feira, um mês depois do retumbante fracasso de bilheteria e da chuva de críticas ao filme de ficção científica “John Carter”.

O executivo, que estava há 15 anos na Disney, não fez referência em sua carta de renúncia ao filme, que perdeu cerca de 200 milhões de dólares após um investimento de cerca de 250 milhões na produção e de dezenas de milhões em marketing.

“Durante os últimos 15 anos, tive a oportunidade de trabalhar com pessoas incrivelmente talentosas para a marca mais amada do mundo”, disse no comunicado emitido pela gigante do entretenimento.

“No entanto, as melhores pessoas devem estar nos postos adequados, nos postos que as apaixonem, fazendo o trabalho que aproveite toda a gama de suas capacidades”, acrescentou Ross, que tinha presidido os estúdios Disney durante dois anos e meio.

“Já não considero que o cargo de presidente seja o mais adequado para mim profissionalmente. Por essa razão, tomei a difícil decisão de pedir demissão do cargo de presidente dos The Walt Disney Studios, a partir de hoje”.

O chefe da Walt Disney Co., Bob Iger, prestou homenagem a Ross, dizendo: “Por mais de uma década, os instintos criativos de Rich Ross, sua perspicácia para os negócios e sua integridade pessoal renderam negócios importantes para a Disney”.

E acrescentou: “Sua visão e liderança abriram as portas da Disney em todo o mundo, fazendo da nossa marca parte da vida cotidiana para milhões de pessoas”.

“Agradeço-lhe por suas diversas contribuições ao longo de toda a sua carreira na Disney e espero que tenha grande êxito em tudo o que escolher fazer”, concluiu.

A Disney indicou que incluirá em seu segundo trimestre fiscal as enormes perdas de “John Carter”, um filme sobre um veterano da Guerra Civil americana levado para Marte, dirigido pelo vencedor do Oscar Andrew Stanton.

Protagonizado por Taylor Kitsch e Willem Dafoe, o longa-metragem foi recebido com comentários jocosos dos críticos quando estreou no dia 9 de março.

O respeitado site Rotten Tomatoes indicou: “Embora ‘John Carter’ tenha imagens fabulosas e tenha sua cota de fortes emoções, também peca pelo ritmo desigual e, em algumas ocasiões, por um roteiro e personagens incompreensíveis”.

“John Carter” foi o primeiro filme de ação com atores de Stanton, quem ganhou o Oscar de melhor animação por “Procurando Nemo”, em 2004, e “Wall-E”, en 2009. Stanton também foi roteirista das três sequências de “Toy Story”, assim como de “Monstros S.A.”