Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Charlize Theron: ‘Mulheres sobreviverão ao apocalipse’

Atriz estrela a distopia ‘Mad Max: Estrada da Fúria’, que chega aos cinemas nesta quinta-feira

Uma das principais personagens de Mad Max: Estrada da Fúria, reboot da franquia iniciada em 1979, Charlize Theron defendeu a presença de mulheres fortes em filmes pós-apocalípticos. A atriz sul-africana afirma que se sentia mal representada em longas de ficção. “Eu sempre quis explorar melhor esse gênero, especialmente porque existe um conceito errado para mulheres, ou pensam que elas não se interessam por filmes do tipo”, disse a atriz em entrevista ao programa de TV americano Live! With Kelly and Michael, no canal WABC-TV.

“Sinto que as mulheres são mal representadas nestes filmes. Por que temos que ver produções do estilo apenas com uma garota seminua no fundo? Por que não existe uma mulher lutando juntamente com os homens? Não queremos ser iguais aos homens, mas no apocalipse, nós mulheres vamos sobreviver”, disse a atriz.

Leia também:

Charlize Theron aparece sem braço em foto de ‘Mad Max’

Equipe de ‘Mad Max 4’ é acusada de causar danos ambientais na Namíbia

Na trama, Charlize interpreta a Imperatriz Furiosa, uma guerreira com um braço mecânico que se rebela contra o líder do povo em que vive, e foge em meio ao deserto levando as esposas do harém do chefão com ela. “É muito bom poder interpretar uma mulher que é uma mulher, primeiramente, mas também é uma combatente como Max, que pode lutar como ele, e apenas com um braço”, conta. “Acho que todas as mulheres – temos três gerações diferentes – me representaram bem neste filme”, diz.

Dirigido por George Miller, o criador da franquia, o quarto filme de Mad Max conta com Tom Hardy no papel do protagonista, antes vivido por Mel Gibson. A nova trama chega aos cinemas no mundo nesta quinta-feira, e terá uma pré-estreia em uma sessão de gala no Festival de Cannes, um dia antes.