Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

‘Censo Mulheres Ricas’: Participantes têm até dez banheiros em casa

Além de roupas de grife e pose de endinheiradas, as sete integrantes do reality show da Band mostram que estão no topo da pirâmide social brasileira ao responder algumas perguntas da pesquisa realizada pelo IBGE

Por Mariana Zylberkan - 5 jan 2013, 17h57

Mais do que um guarda-roupa repleto de itens de grife, outros indicadores comprovam que as sete participantes da segunda edição do reality show Mulheres Ricas, que estreia nesta segunda-feira na Band, estão posicionadas no topo da pirâmide social brasileira. A pedido do site de VEJA, cada uma respondeu ao questionário elaborado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística no último Censo, em 2010. Todas alegaram morar em domicílio próprio com, no mínimo, quatro dormitórios e até dez banheiros, com exceção de Aeileen Kunkel, que se mudou da mansão da família no Espírito Santo para morar em um flat em São Paulo, e de Mariana Mesquita, a única que não quis dar detalhes de seu patrimônio.

Para preencher tanto espaço, o que não faltam nas casas das ricas de 2013 são eletrodomésticos. A mais exagerada é Val Marchiori, que disse ter 12 telefones celulares, oito aparelhos de televisão e o mesmo número de computadores com acesso à internet. A empresária Cozete Gomes é a dona da maior garagem do grupo, onde guarda nove carros e uma motocicleta. Val fica logo atrás com seis automóveis e mais um jatinho particular e lanchas ancoradas no litoral de Angra dos Reis.

PERGUNTAS O domicílio em que mora é: O material predominante nas paredes externas é: Quantos cômodos servem de dormitório para os moradores? Quantos banheiros de uso exclusivo dos moradores existem em seu domicílio? Neste domicílio, existem quantos eletrodomésticos dos tipos especificados? RÁDIO TELEVISÃO MÁQUINA DE LAVAR ROUPA GELADEIRA TELEFONE CELULAR TELEFONE FIXO COMPUTADOR COM ACESSO À INTERNET MOTOCICLETA AUTOMÓVEL Na semana de 25 a 31 de julho de 2012, durante pelo menos uma hora, trabalhou ganhando em dinheiro? Qual ocupação exerce? Qual era a atividade principal? Fala língua indígena no domicílio? Aeileen Kunkel Moro em um Flat Alvernaria Como é um hotel, só um quarto 1 0 1 0 1 2 2 2 + 1 iPad 0 1 Fiz show Cantora Entretenimento Claro. Minha família adora conversar na língua Tupi ou Guarani, acho um charme. Hahahahah brincadeira. Não falo nenhuma, ainda Andréa Nóbrega Próprio Taipa 4 3 1 4 1 1 3 0 3 0 1 Sim, o benefício Bolsa Família Figurante no programa ‘A Praça É Nossa’, no SBT Emissora de TV Tutucamon Cozete Gomes Próprio, é claro Outro material Há três dormitórios 6 4 7 2 4 4 7 3 1 9 Sempre ganho muito dinheiro Sou sócia-proprietária de oito empresas Prestação de serviços Claro que não, pois não moro em uma oca Narcisa Tamborindeguy Próprio Mármore 4 3 3 6 2 2 4 4 5 2 3 Sim Radialista, DJ e participação em festas e eventos Comunicação Não moro no Amazonas. Aqui em casa só se fala português e francês Regina Manssur Próprio Alvenaria com revestimento 6 8 10 12 2 6 7 12 5 1 5 Sim Empresa própria Advocacia Não Val Marchiori Próprio Alvenaria 8 (7 suítes) 10 Não tem mais isso! Os cômodos são equipados com aparelho de som 8 3 4 12 6 8 Não tenho. Não gosto, acho perigoso 6 Sim Proprietária/empresária Transporte Não. Eu não sei falar. E acho que nunca ouvi meus filhos falarem também

A ostentação da dona do bordão “Hello” já foi atacada pela advogada paulistana Regina Manssur, autoproclamada a única endinheirada de verdade desta edição. “Eu sou a única rica de berço, de família tradicional. Mesmo assim, trabalho 12 horas por dia e represento clientes famosos em um renomado escritório de advocacia”, diz Regina, dona de uma casa com seis dormitórios e cinco carros, a maioria, da marca Mercedes-Benz. A advogada é orgulhosa de sua coleção de 40 casacos e peças de pele, devidamente acomodados em um closet de 200 metros quadrados junto com sua coleção de 300 pares de sapatos.

Publicidade

A dona do maior acervo de sapatos é Cozete Gomes, que reveza seus pés em 400 pares diferentes. A empresária mostrou gostar de variar também o cômodo em que costuma dormir. “Minha casa tem três dormitórios, ou seja, eu durmo cada dia em um quarto diferente, afinal de contas, eu moro sozinha.”

Eterna rival de Val, Narcisa Tamborindeguy mostrou-se mais humilde. Disse ter três carros na garagem e seis televisores no apartamento de frente para a praia de Copacabana, no Rio, “todo revestido em mármore.”

Fonte de renda – Além de abastadas, as participantes do reality show se mostraram empreendedoras e todas alegaram ter trabalhado em 2012, geralmente, à frente de empresas próprias – menos Aeileen, que é cantora. Narcisa pagou as contas como apresentadora de um programa de rádio na internet e Andréa Nóbrega ironizou a pergunta, respondendo que teve à disposição recursos do Bolsa Família.

As ricas mostraram todo seu bom humor refinado ao responder a pergunta sobre o idioma falado em suas residências. Nenhuma delas sabe falar línguas indígenas e, na casa de Narcisa, as conversas são travadas apenas em português e francês, segundo ela própria.

Publicidade