Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Católicos boicotam novela ‘Jesus’ em defesa da virgindade de Maria

Folhetim da Record toca em conceito sensível ao refutar virgindade perpétua da personagem

Ponto de contradição entre evangélicos e católicos, a sexualidade de Maria incomodou seguidores da Igreja Romana durante a exibição do capítulo desta quinta-feira da novela Jesus, da Record. Para os católicos, Maria sempre foi virgem. Cristo foi concebido pela graça do Espírito Santo. Já os evangélicos creem que Maria teve outros filhos — pelas vias naturais — com o marido, o carpinteiro José. Nesta quinta, o folhetim bíblico mostrou o retorno de Maria e José à Galileia, depois do exílio no Egito, onde se refugiaram para salvar Jesus do infanticídio promovido por Herodes.

Na cena, o casal carrega o messias e outras duas outras crianças, Tiago e José, refutando a ideia de que Maria se manteve intacta por toda a vida. Nas redes sociais, seguidores da fé católica criticaram a escolha dos roteiristas de abraçar a versão evangélica da personagem.

“Aquele Jesus é o Jesus da Universal, não é o Jesus das Escrituras; é o Evangelho segundo Edir Macedo e seus espúrios interesses”, escreveu o bispo Dom Henrique Soares da Costa em carta aberta no Facebook. “Quanto à Toda Santa Mãe de Deus, odiada pelos inimigos de Cristo e por Satanás, aquela Maria da Record, não tem nada a ver com ela! Um católico que assiste àquilo peca gravemente, pois denigre o que é de Deus, o que é sagrado, é coisa fina! Você veria um filme que denegrisse sua mãe e mentisse sobre sua família?”

Popular nas redes sociais, Padre Paulo Ricardo publicou um vídeo de quase seis minutos em que explica as crenças católicas e ressalta: “Maria foi virgem antes, durante e depois do parto. A integridade física da Nossa Senhora não foi nunca tocada. Ela é a virgem intacta”.

Além do apego à virgindade da mãe de Jesus, o embate entre as duas crenças se dá por causa das diferentes traduções da Bíblia. A versão seguida pelos católicos diz que Tiago e José eram primos de Jesus, já que o aramaico tinha uma única palavra para irmão e primo. Porém, o Novo Testamento foi escrito em grego, língua em que as duas palavras possuem significados distintos.

Em matéria especial de VEJA, o tradutor e linguista português Frederico Lourenço explica as sutilezas da tradução da Bíblia, entre elas esta passagem. No fim do século IV, São Jerônimo, autor da Vulgata — a tradução latina das Escrituras que por séculos foi a única autorizada pela Igreja Católica —, cravou a ideia de que a palavra grega adelphoi seria vaga e assim poderia designar “primo”. Lourenço, que não segue nenhuma fé específica, não concorda com São Jerônimo e ressalta que adelphoi significa apenas “irmão”. 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Sem dúvida, a Arte tem lá suas “licenças”. Minha opinião é que a novela (sim, eu estou acompanhando), apesar de seus deslizes, é um grande marco na produção brasileira. Também penso que se a Igreja Romana quisesse, bem que poderia gastar uns trocados e produzir uma versão televisiva (ou até cinematográfica) própria, ao invés de ficar tentando demolir a obra da concorrência. A Universal tem feito muito mais pelo cristianismo que o “Império Católico Romano”, partikularmente nestes tempos “progressistas” franciscanos. E deixo aqui uma solene reverência à Juliana Xavier. Para quem já viu tantas “Marias” nessa vida, era improvável ainda ver uma que superasse tanto, tudo que já foi visto. Bendita és tu entre as mulheres. Todo o elenco parece estar “inspirado”, contando a mais bela história que já foi contada.

    Curtir

  2. Osmar Serrragem

    Quem?

    Curtir

  3. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    Todos já sabem que a Universal não é uma igreja evangélica, é uma seita. Mas quanto a Teologia, questão da nossa amada Maria, ela foi virgem até dar luz a Jesus Cristo depois coabitou com José e teve outros filhos, veja:
    “Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, e de José, e de Judas e de Simão? e não estão aqui conosco suas irmãs? E escandalizavam-se nele.(Marcos 6:3)
    “Enquanto estavam lá, chegou o tempo de nascer o bebê, e ela deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o em panos e o colocou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.”(Lucas 2:6-7)
    Primogênito, veja no seu dicionário, significa o filho mais velho

    Curtir

  4. José Smigle

    Tanto a Universal, quanto a igreja católica estão erradas. Maria teve um único filho, Jesus, gerado através de conjunção carnal (sexo) com José. A igreja católica insiste em pregar a existência de milagres que contrariam a ciência, como no caso de geração de um filho sem participação de um espermatozóide, sendo que isso nunca aconteceu neste planeta. Também não ocorreu a abertura do mar por poderes divinos, para a travessia por Moisés, outra besteira tão divulgada por tantas igrejas.

    Curtir

  5. É até engraçado de ver duas seitas que dizem crer na mesma ideologia disc)utindo os seus contos de fadas.
    SE Maria realmente existiu e SE Maria realmente concebeu um filho de nome Jesus, e SE o pai não foi José, a única coisa real e verdadeira que se pode dizer é que José foi um corno e alguém “pulou a cerca”.
    Mas como é apenas um conto de fadas inventado há dois mil anos sem NENHUMA evidência de realidade, parem de se estressar com essas bobagens. É só uma novela, outro confo de fadas.
    Thor, o verdadeiro deus, agradece. kkkk

    Curtir

  6. Em resumo, a novela é uma ficção falando de outra ficção. E tem gente que fica mexida com tanta coisa sem valor.
    Leiam a ficção de Asimov, Clarke, Verne, etc, que vocês ganham muito mais, pois escritores de ficção científica ajudaram a prever o futuro que vivemos hoje. Essa sim é ficção de valor…

    Curtir