Clique e assine a partir de 9,90/mês

Carta escrita por Baudelaire antes de tentar suicídio é leiloada a R$ 1 mi

Valor final foi três vezes maior do que o lance inicial estimado para o documento

Por EFE - 5 nov 2018, 09h31

Uma carta do poeta francês Charles Baudelaire escrita antes de uma tentativa de suicídio à qual sobreviveu em 1845 foi leiloada no domingo por 234 000 euros (cerca de um milhão de reais), quase três vezes mais do que o valor do lance inicial, informou a casa de leilões Orsenat, localizada na cidade de Fontainebleau, perto de Paris, na França.

Um colecionador arrematou o documento no qual o escritor explicava à sua amante Jeanne Duval os motivos que o levaram a tentar se matar. “Quando Jeanne Lemer lhe entregar esta carta estarei morto”, escrevia Baudelaire, que afirmava viver em uma “horripilante inquietação” no documento. “Me mato porque não posso mais viver, pois o cansaço ao me deitar e o cansaço ao acordar são insuportáveis para mim.”

A tentativa de suicídio aconteceu quando o poeta tinha 24 anos. Ele estava atormentado pelas críticas na imprensa às suas obras, em particular ao livro As Flores do Mal, como demonstram alguns recortes de jornal sobre os quais escreveu comentários e que também foram leiloados no domingo. Baudelaire morreu 22 anos depois, em 1867, atingido pela sífilis.

Entre os itens vendidos também estavam cartas que o poeta recebeu de Eugène Delacroix, Victor Hugo e Édouard Manet, outros manuscritos de Baudelaire e um poema que enviou ao seu editor Auguste Poulet-Malassis.

Se você precisa de apoio emocional, entre em contato com o serviço gratuito de prevenção do suicídio CVV, o Centro de Valorização da Vida, através do telefone 188 ou do site www.cvv.org.br.
Publicidade