Clique e assine a partir de 9,90/mês

Carla Bruni vai esperar fim das eleições francesas para lançar disco

Primeira-dama da França planeja novo álbum para meados de 2012

Por Da Redação - 1 abr 2011, 12h31

A cantora e primeira-dama da França, Carla Bruni-Sarkozy, adiará para depois das eleições presidenciais do país, em meados de 2012, o lançamento de seu quarto álbum que estava previsto para o segundo semestre deste ano. O atraso de um ano tem como causa a proximidade das eleições presidenciais na França, nas quais seu marido, Nicolas Sarkozy, pode concorrer à reeleição, segundo confirmaram fontes próximas à artista.

O jornal digital Atlantico.fr indicou que Carlita – como a chama afetuosamente Nicolas Sarkozy – decidiu fazer com que a carreira de seu marido “passe na frente da sua”. O novo álbum, cujo título é desconhecido, chega após Quelqu’un M’a Dit (2002), No Promises (2007) e Comme si de Rien n’Était (2008), e incluirá doze canções. Entre elas, figura uma versão em italiano da Douce France, de Charles Trenet, uma das músicas favoritas dos franceses.

Quelqu’un M’a Dit, o primeiro disco de Carla, foi um êxito de vendas que chegou a superar 1 milhão de álbuns vendidos, enquanto No Promises rondou as 80.000 cópias. Comme si de Rien n’Était, lançado quando a cantora já era primeira-dama, o que fez com que a campanha de promoção fosse limitada, gerou uma guerra de números.

A imprensa francesa acusou a gravadora Naïve de ter inflado os dados ao divulgar a venda de 300.000 discos, um número que o Sindicato Nacional da Indústria Fonográfica reduziu bem, para 80.657 cópias.

Continua após a publicidade

(Com agência EFE)

Publicidade