Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cantores românticos: quem assumirá lugar de Ed Sheeran nas paradas?

Conheça as apostas de VEJA para assumir o posto do ruivo durante pausa na carreira e vote no seu favorito

A revista Heat elegeu o cantor Ed Sheeran como a celebridade com menos de 30 anos mais rica do Reino Unido em 2019. O fenômeno conquistou a marca de turnê mais lucrativa da história com a Divide Tour – título que anteriormente pertencia à grandiosa The 360º Tour dos Irlandeses do U2 – e  um álbum de sucesso cheio de colaborações com gente conhecida, de Eminem a Justin Bieber. Mas, no final de agosto, o ídolo ruivo resolveu que era hora de um descanso: anunciou que dará uma pausa de dezoito meses na carreira.

Na ausência de Sheeran, que conquistou corações com um pop melódico açucarado – incorporado, inclusive, como tema de casamentos pelo mundo -, abriu-se espaço para novos talentos no coração dos apaixonados e sofredores. Rostos juvenis cativantes estão no páreo. Confira algumas apostas e eleja o seu favorito na enquete de VEJA:

Shawn Mendes

Aos 21 anos, o canadense tem arrancado suspiros por onde passa. Com três álbuns lançados, o cantor ostenta turnês lotadas e conquistou duas indicações na edição de 2019 do Grammy. Sempre acompanhado de uma guitarra ou violão – instrumentos-base da maioria de suas canções – Mendes bebe da mesma fonte de John Mayer, a quem tem como grande ídolo e influência musical. Assim como seu inspirador, o jovem cativa o público com letras sinceras em que expõe sentimentos comuns à sua audiência – majoritariamente jovem e feminina. Mas, ao contrário de Meyer, que carrega a fama de bad boy, Shawn segue a linha comportada e é tido como “garoto modelo” por seus admiradores.


Lewis Capaldi

Dono do hit Someone You Loved, que atualmente encabeça a parada de músicas mais ouvidas da Billboard, Capaldi segue o padrão de Sheeran – assim como o ruivo, o escocês não ostenta uma beleza convencional, mas a feição fofa de garoto comum embevece o público, que vê em ambos uma simplicidade genuína. Os traços amigáveis, porém, são apenas um complemento. Aos 23 anos, o jovem preenche suas canções com um grave poderoso que surpreende pela segurança ao entoar letras bem trabalhadas sobre as desilusões de um coração partido.


Harry Styles

Ex-integrante do One Direction, ele se revelou uma bela surpresa aos ouvidos em sua carreira solo, iniciada em 2017. Aos 25 anos, Styles não nega o sangue inglês nas veias: dentre suas influências destacam-se David Bowie, Beatles e Elton John. Em seu álbum de estreia, Harry canta de maneira despojada sobre o coração e divaga sobre o amor e a existência em letras complexas. No instrumental, investe mais que os concorrentes em uma pegada roqueira. Com um visual alternativo e pinta de galã dos anos 80, Styles carrega fãs da sua fase boyband, mas tem conquistado novos admiradores pela originalidade de seu trabalho autoral. No primeiro single de seu próximo projeto, Lights Up, tirou da manga um videoclipe ousado.


Khalid

Nome importante da nova geração do R&B, Khalid mistura elementos de soul e pop em suas canções. Em Free Spirit, seu último álbum, o cantor de 21 anos canta sobre seus sentimentos em músicas com letras trabalhadas e sonoridade coesa. Khalid também flerta com o hip hop, e conquista os fãs pela simpatia e simplicidade que transmite.