Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campanha quer banir perguntas sexistas no Globo de Ouro

Marca de cosméticos pede para que questões feitas às mulheres no tapete vermelho não se resumam ao nome do estilista do vestido

Em resposta aos diversos protestos feitos por atrizes de Hollywood sobre as diferenças no tratamento dado a homens e mulheres no meio, a marca de cosméticos L’Oreal Paris, patrocinadora do Globo de Ouro 2016, decidiu lançar uma campanha contra perguntas consideradas sexistas no tapete vermelho da premiação, que acontece no próximo domingo.

A empresa lançou nas redes sociais a hashtag #WorthSaying (“vale a pena falar”, em tradução livre). A ideia é pedir que, durante o evento, mulheres compartilhem pequenas histórias sobre suas carreiras, paixões ou qualquer assunto sobre o qual queiram falar. O objetivo é fazer com que perguntas como “o que você está vestindo?” sejam substituídas por outras mais profundas.

Leia também:

Jennifer Lawrence leva novo tombo. Desta vez, no tapete vermelho

Nicole Kidman comete deslize em tapete vermelho

“Atrás do batom, toda mulher tem algo que vale a pena ser dito. Então fale”, diz o vídeo promocional da campanha. A iniciativa é parecida com a da comediante Amy Poehler que, no ano passado, lançou a hashtag #AskSmartGirls (pergunte a garotas inteligentes, em tradução livre) na época do Emmy, com o mesmo intuito de fazer com que o estilista do vestido fique em segundo plano nas entrevistas dos tapetes vermelhos.

(Da redação)