Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campanha da C&A é criticada por ‘remodelar’ Preta Gil

Cantora tem corpo afinado e tez embranquecida em fotos de roupas para mulheres de manequim entre 46 e 56. Rede de lojas nega 'uso excessivo' de Photoshop sobre as imagens da linha 'Special for You'

Uma campanha da rede de lojas C&A se tornou alvo de críticas de usuários do Twitter e do Facebook nesta quarta-feira. Na ação, que divulga uma linha própria da C&A para mulheres de manequim entre 46 e 56, a cantora Preta Gil aparece com a pele embranquecida e o corpo remodelado digitalmente – a forma da sua cintura, por exemplo, varia de uma foto para outra.

LEIA TAMBÉM:

Remodelagem de Preta Gil vira meme na internet

MAIS: Jennifer Lawrence admite Photoshop em fotos da Dior

Mas as outras imagens não escaparam de crítica, em especial aquela em que a cantora aparece com cintura marcada, os braços aparentemente afinados e a pele ainda mais branca que nas demais. Ali, alguém pergunta: “A Preta Gil não pode ser preta?” Outro questiona: “E o bracinho super-recortado, gentchy?” E um terceiro anota: “Afffff… Olha a curva da cintura… se fosse assim, teria que tomar doses cavalares de morfina para aguentar as dores na coluna!”

Fotografia: Franceses discutem os limites da manipulação de imagens

Procurada, a C&A se pronunciou apenas sobre a foto em que o ombro de Preta Gil parece ter proporções não naturais. A empresa nega o emprego “excessivo” de Photoshop. “Esclarecemos que a foto em questão explora um ângulo que causa a impressão de uso excessivo de recursos de edição de imagem, o que não foi feito. Admiramos a Preta Gil, que pelo segundo ano estrela nossa campanha da linha ‘Special for You’, e lamentamos a repercussão negativa dessa foto”, diz o comunicado da companhia.

Vale lembrar que a utilização de Photoshop é prática cada vez mais comum no mundo da publicidade, a tal ponto que a ausência dele se torna, ironicamente, um elemento de marketing, trombeteado com orgulho por artistas e grifes que dispensam o artifício. Foi o que fez Britney Spears em 2010, quando aceitou figurar com as suas imperfeições em uma campanha de moda.