Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Caitlyn, ex-padrasto de Kim Kardashian, supera recorde de Obama no Twitter

Atleta olímpico transgênero alcançou 1 milhão de seguidores na rede social em apenas quatro horas

Padrasto de Kim Kardashian e ex-atleta olímpico americano, Caitlyn Jenner (anteriormente conhecida como Bruce), 65 anos, abriu nesta segunda-feira sua nova conta no Twitter após se assumir como mulher e alcançou 1 milhão de seguidores em quatro horas e três minutos. O novo recorde supera o estabelecido pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, segundo o Livro Guinness dos Recordes, que no lançamento de sua conta pessoal verificada @POTUS no último dia 19 de maio, alcançou um milhão de seguidores em cinco horas, façanha até então inédita.

LEIA TAMBÉM:

Padrasto transgênero de Kim Kardashian bate recorde na TV

Padrasto de Kim Kardashian vira documentário – e também mulher

“Estou muito contente que após tanta luta possa viver sendo eu mesma. Bem-vinda ao mundo, Caitlyn”, foi a primeira mensagem escrita por Jenner. O lançamento da conta no Twitter coincidiu com a divulgação da capa da revista Vanity Fair. A publicação americana foi a responsável por mostrar as primeiras imagens e também a primeira entrevista do ex-atleta como mulher. Jenner comparou os dois dias de sessão de fotos, realizada por Annie Leibovitz, com a medalha de ouro que ganhou na prova de decatlo nos Jogos Olímpicos de 1976.

“Foi um bom dia, mas os últimos dois dias foram melhores… Esta sessão foi sobre minha vida e sobre quem sou como pessoa. Não é sobre o espetáculo, não é sobre as pessoas me encorajando no estádio. Isto é sobre minha vida”, disse. Jenner ainda não se submeteu à cirurgia genital, mas, além do tratamento hormonal, passou por um processo de feminilização facial que durou 10 horas.

Nascido em Nova York, Jenner, ou melhor, Caitlyn, foi casado três vezes e é pai de seis filhos. Foi considerado um herói nacional pelo valor que seu triunfo olímpico teve na época da Guerra Fria entre Estados Unidos e União Soviética. Anos após encerrar sua carreira esportiva, ele se tornou uma estrela da televisão com o reality show Keep Up with the Kardashians.

(Da redação com agência EFE)