Clique e assine a partir de 9,90/mês

Café Arte & Letra é o campeão da categoria em Curitiba

O lugar é um paraíso para quem gosta de ler bebericando um bom expresso

Por Daniel Salles, Beatriz Malheiros, Gislaine Bueno, Josi Basso, Mara Andrich, Otavio Corsini, Rosângela Oliveira e Vinicius Tamamoto - Atualizado em 22 Oct 2017, 10h40 - Publicado em 21 Oct 2017, 04h00

Livrarias com cafeterias sem graça existem várias. Bons cafés instalados em livrarias que não valem a visita, também. A Café Arte & Letra congrega o melhor dos dois casos. Quem adentra o arejado imóvel de 270 metros quadrados avista, à direita, cerca de 5 000 livros e, à esquerda, uma lareira encimada por azulejos coloridos. Idealizado pelos irmãos Frederico e Thiago Tizzot, dois curitibanos à beira dos 40 anos, o negócio começou há uma década com a editora, que lançou mais de 150 romances e revistas até agora. “Nossa meta é divulgar a produção local”, diz Frederico, formado em história e direito (o irmão é publicitário). A empreitada se desdobrou em livraria em 2006 e, cinco anos depois, em cafeteria. No cardápio, todos os cafés homenageiam personagens literários. O expresso, por exemplo, pode ser feito com três blends (R$ 5,90), torrados pela marca curitibana 4Beans e batizados pela casa. O polaquinha, que presta tributo ao romance homônimo de Dalton Trevisan, leva grãos do norte do Paraná. Já o molly bloom, inspirado na obra mais famosa de James Joyce, é feito com frutos do Espírito Santo, enquanto o chinaski, nome do personagem clássico de Charles Bukowski, vem de Minas Gerais. Em dias quentes, faz sucesso o sancho panza, que combina expresso, leite e doce de leite artesanal (R$ 12,90).

Alameda Dom Pedro II, 44, Batel, (41) 3223-5302 (75 lugares). 9h/21h (fecha dom.). Aberto em 2011. Aqui tem iFood.

2º lugar: New York Cafe

O café expresso bourbon-amarelo, trazido do sul de Minas Gerais (R$ 6,00), pode acompanhar o sanduíche de pastrami defumado, guarnecido de batata rústica (R$ 29,50). Além dos pães tradicionais e do tipo bagel, para a montagem dos sanduíches, a casa oferece o pão judaico challah ban. Rua XV de Novembro, 2916, Alto da Rua XV, (41) 3121-2916 (100 lugares). 15h/23h (sáb. 12h/23h; dom. 14h/22h).Aberto em 2012.

Continua após a publicidade

 

3º lugar: Rause Café + Vinho

São convertidos em expresso os grãos especiais da Serra do Caparaó, do norte do Paraná ou de Paraisópolis, no sul de Minas Gerais (R$ 6,00 cada um). No cardápio de sanduíches, um dos destaques é o de tomate assado com mussarela de búfala, parmesão, berinjela, pasta de azeitona preta e cebola caramelada, que é feito em pão ciabatta (R$ 25,00). Alameda Doutor Carlos de Carvalho, 696, centro, (41) 3024-0696 (26 lugares). 9h/23h (sáb. 13h/20h; fecha dom.). Rua Francisco Rocha, 198, Batel, (41) 3057-9462 (23 lugares). 9h/18h (fecha sáb. e dom.). Aberto em 2011.

Publicidade