Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Busto ‘Frankenstein’ de Nefertiti causa revolta no Egito

Peça que retratava a rainha do Egito Antigo foi criticado nas redes sociais do país e acabou sendo retirada da entrada da cidade de Samalut

Os egípcios não estão para brincadeiras quando o assunto é o patrimônio cultural de seu país. De acordo como site do jornal britânico The Guardian, uma escultura de Nefertiti de gosto para lá de duvidoso despertou uma verdadeira revolta na população. A peça havia sido instalada na entrada de Samalut, cidade a cerca de três horas da capital Cairo, e o protesto deu tão certo que a estátua foi removida.

Leia também:

Pintura de nota de um dólar vale mais de 126 milhões de reais

Quadro de Picasso é leiloado por quase R$ 80 milhões

Obra gigante de Banksy é vendida por R$ 2 milhões

A escultura seria uma réplica do busto de Nefertiti exposto no Neues Museum, em Berlim, Alemanha. A cabeça da rainha que viveu há 2.400 anos foi reproduzida com sua característica coroa azulada, mas a pele ganhou um tom estranho. O rosto, em vez de avermelhado, foi pintado com um amarelo esverdeado. A face de Nefertiti ainda foi alongada e seus olhos, abertos na escultura original, aparecem fechados.

Diante das mudanças na aparência da rainha, uma “revolução” começou nas redes sociais e em blogs. O busto foi chamado de “Frankenstein” e de “um insulto a Nefertiti e a todos os egípcios”. Depois do protesto, as autoridades de Samalut retiraram a peça, afirmando que vão colocar um pombo da paz em seu lugar.

O Guardian levanta a possibilidade, porém, de que o artista do busto tenha sido mal interpretado. Ele estaria tentando homenagear, de maneira sutil, as convicções de Nefertiti e Akhenaten, seu marido. O rei egípcio rejeitava os deuses tradicionais e o estilo artístico usado para reverenciá-los e defendia retratos impiedosamente realistas, até mesmo grotescos.

(Da redação)