Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bolshoi Pub é o bar com a melhor música ao vivo em Goiânia

A programação com artistas nacionais e internacionais mantém o bar no topo da categoria ano após ano

Por Camila Sayuri, Eula Lôbo, Geovane Gomes, Juliana Koch, Natália Ribeiro, Vinicius Tamamoto e Yuri Lopes - Atualizado em 28 Oct 2017, 12h54 - Publicado em 28 Oct 2017, 04h00

Quando o assunto é música ao vivo, fica difícil desbancar este pub, premiado pela oitava vez por sua agenda turbinada de shows. Ao longo dos últimos treze anos, o palco da casa recebeu grandes nomes internacionais, como o cantor de jazz e blues J.J. Jackson, o guitarrista Johnny Winter e a banda The Platters, e muitos artistas brasileiros. A cantora Fernanda Abreu, por exemplo, se apresentou em setembro. Bandas locais também costumam tocar no endereço. A programação, geralmente pautada pelo rock, é organizada pelo próprio dono da casa, Rodrigo Carrilho.
Para receber tantos espetáculos de peso, ele conta com equipamentos modernos de amplificação e iluminação e diversos instrumentos, entre eles três pianos e uma bateria DW Collec tor’s. O chope irlandês Guinness (R$ 35,00, 500 mililitros) e drinques como o gim-tônica (R$ 28,00) abastecem o público, que pode chegar a 550 pessoas. Para aplacar a fome, uma das opções é a tábua de filé-mignon grelhado, entregue com molhos barbecue e de mostarda mais farofa (R$ 50,00). Rua T-53, 1140, Setor Bueno (170 lugares). 20h/4h (uma vez por mês, dom. abre 17h/20h;
fecha. seg. e ter.).  

2º lugar: Lowbrow Lab Arte & Boteco
Antes de chegar ao bar, passa-se por uma galeria, que expõe obras de artistas do estado. Os goianos também têm espaço na discotecagem — o DJ Cristiano Caramaschi é presença constante. Apresentações de música ao vivo, em estilos que passeiam pelo reggae, soul, rock e MPB também podem ser conferidas por lá. Da cozinha, a especialidade é a almôndega, que surge em várias versões. A de cupim com geleia de pimenta e a de carne com molho bechamel de pequi, por exemplo, vão à mesa em porção de dez unidades (R$ 34,90). O larica do artista (R$ 23,90) é um hambúrguer de 180 gramas com rúcula, cebola caramelada, queijo, tomate, bacon e maionese de gengibre. São alternativas para refrescar a lata de Maniacs IPA (R$ 14,00) e o drinque newbrow cajá lemon, que leva cachaça Fiu-
Fiu, cajazinha, limão e água com gás (R$ 17,00) . Rua 115, 1624, (62) 3991-6175 (150 lugares). 15h/2h (dom. 17h30/1h30, fecha seg. e ter.). Aberto em 2016.

3º lugar: Alabama Choperia e Restaurante
Com capacidade para até 600 pessoas, o estabelecimento investe em apresentações de música ao vivo, com ênfase no sertanejo universitário. Animam as noites doses de uísque, drinques e cervejas — a Miller custa R$ 10,50 (600 mililitros). De terça a quinta-feira, a promoção dobradinha vigora até as 22h: na ocasião, duas taças do drinque cozumel, por exemplo, saem a R$ 9,90. Para petiscar, a picanha na chapa com mandioca, cebola assada e parmesão custa R$ 79,90 e satisfaz duas pessoas. Alameda Dom Emanuel Gomes, 150, Setor Marista, (62) 3924-9844 (600 lugares). 18h/2h (sáb., dom. e feriados 12h/2h; fecha seg.). Aberto em 2013. Aqui tem iFood.

Publicidade